2018-12-15

NEGÓCIOS

Claranet anuncia crescimento de 49% em 2018

A Claranet fechou 2018 com um crescimento orgânico e aquisições estratégicas que se traduziram num volume de negócios de 364 milhões de euros

A combinação entre o crescimento orgânico e várias aquisições de empresas deu origem a receitas na ordem dos 363.5 milhões de euros, um crescimento de 49% face as 245 milhões arrecadados no ano fiscal de 2017. O EBITDA ajustado atingiu os €56.6 milhões, representando um aumento de 29%.
 
A ambiciosa estratégia de crescimento do Grupo passou pela aquisição da empresa de serviços de infraestruturas britânica Union Solutions, em abril de 2018, aumentando assim a sua transformação ao nível do hosting e as capacidades de Azure. A Claranet também manteve o seu foco na integração das três aquisições concluídas em maio de 2017 (Sec-1, Oxalide e ITEN Solutions), o que permitiu igualmente impulsionar o seu crescimento.
 
A Claranet fez ainda três aquisições subsequentes a partir de julho de 2018: a NotSoSecure, a Xpeppers, e a TI Quinfox. No seguimento destas operações, a receita da taxa de execução do primeiro trimestre no ano fiscal de 2019 deverá situar-se nos 395 milhões de euros anuais.
 
Os serviços de computação na cloud constituem uma parte crítica dos negócios, com a empresa a surgir posicionada como Líder Europeu no "Quadrante Mágico da Gartner” ao nível da Gestão e Alojamento de clouds híbridas nos últimos cinco anos. Adicionalmente a Claranet continua a aprofundar as suas capacidades de parceria com a AWS, Microsoft e Google, além de diversificar ainda mais seu portfólio de serviços, com o lançamento recente de uma nova unidade de segurança cibernética.
 
“O crescimento a que assistimos no passado ano fiscal é excepcional. Isto é resultado do progresso que fizemos para consolidar a nossa presença nos mercados em que operamos e fortalecer o nosso portfólio de serviços. A Claranet continua a inovar e os investimentos que fizemos nas nossas capacidades, equipa e parceiros durante o ano passado garantem que vamos continuar a projectar, migrar, executar e a suportar uma ampla gama de infra-estruturas e aplicações dos nossos clientes, seja em ambientes de clouds públicas, privadas ou híbridas. Esse é um importante factor de diferenciação para os negócios e permite-nos continuar a ajudar os nossos clientes a obter o melhor dos serviços na cloud", afirma Charles Nasser, fundador e CEO do Grupo Claranet.

Recomendado pelos leitores

Tech Data Portugal tem novo Country Manager
NEGÓCIOS

Tech Data Portugal tem novo Country Manager

LER MAIS

Dell Technologies: os resultados do país “que afinal não é assim tão pequeno”
NEGÓCIOS

Dell Technologies: os resultados do país “que afinal não é assim tão pequeno”

LER MAIS

Ricoh adquire empresa para ampliar portfólio de serviços IT
NEGÓCIOS

Ricoh adquire empresa para ampliar portfólio de serviços IT

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.