Sara Moutinho Lopes em 2018-7-27

NEGÓCIOS

Análise

IAMCP aposta na dinamização do ecossistema de Parceiros Microsoft

A IAMCP – International Association of Microsoft Channel Partners está há cinco anos em Portugal, com a missão de representar os Parceiros da Microsoft e desenvolver o seu negócio. Sérgio Baptista, recentemente nomeado presidente da associação para Portugal e EMEIA, aponta as principais linhas estratégicas para os próximos tempos

 A IAMCP nasceu em 1994 e representa os Parceiros da Microsoft em todo o mundo, com cerca de 80 filiais e mais de 6 mil Parceiros associados. Está presente em 40 países e apoia o desenvolvimento de negócio dos seus membros.

Em Portugal há cinco anos, a IAMCP tem vindo a apostar na dinamização da rede de Parceiros da Microsoft no País, através de diversas iniciativas de proximidade. “A rede IAMCP é uma rede de confiança, presente em praticamente todas as geografias, e que se apoia, tanto localmente como internacionalmente”, explica Sérgio Baptista, presidente da IAMCP Portugal e EMEIA.

Sérgio Baptista explica que a transformação pela qual a Microsoft passou nos últimos anos “alterou profundamente não apenas o seu negócio, hoje assente em larga escala, na disponibilização de serviços cloud, mas também a diversidade dos Parceiros e até a forma como a empresa está organizada para lidar com ele”, refere.

Esta mudança conduziu à necessidade de dinamizar a IAMPC e de aumentar o acompanhamento dos Parceiros com menos experiência no seu diálogo com a Microsoft. “E também ajudar aqueles que, embora já tenham essa experiência, foram perdendo interlocutores nos últimos anos”.

Promoção de iniciativas

Este ano a IAMCP pretende aumentar o número de associados. “Temos a ambição de que qualquer empresa que possua um vínculo efetivo ao ecossistema Microsoft veja na IAMCP uma voz do Canal e um instrumento imprescindível para desenvolver relações e crescer”, revela Sérgio Baptista, afirmando o desejo de conseguir que as empresas associadas não encarem a associação como um simples “nice to have”, mas antes como uma alavanca para “quem deseja encontrar ou ser encontrado, crescer o volume de negócios, internacionalizar os seus serviços e produtos”.

Os associados da IAMCP têm acesso a diversas iniciativas internacionais, como formação (não técnica, dedicada a temas como vendas, PR ou em tecnologias emergentes), encontros peer-to-peer e encontros periódicos com a equipa local da Microsoft.

A IAMCP está empenhada em crescer este ano e conta com diversas iniciativas, como a WIT (Women in Technology), que “visa atrair para as TI os melhores talentos disponíveis independentemente do género”, explica o presidente. “Queremos apresentar às empresas de IT, e em particular aos Parceiros Microsoft, exemplos de práticas de inclusão e combate à desigualdade e iremos contar estas histórias, que já estamos a compilar, com regularidade”. Para impulsionar o crescimento do número de associados, a IAMCP realizará também iniciativas no âmbito da gestão de talentos.

A grande aposta está voltada para a realização de um encontro anual de Parceiros Microsoft, que a IAMCP pretende organizar já em 2019: “Continuaremos a proporcionar momentos de networking e fazê-lo, cada vez mais, a uma escala no mínimo regional, com outros capítulos europeus”, refere Sérgio Baptista. “Queremos, acima de tudo, que as empresas em Portugal olhem para nós enquanto uma referência e um apoio inequívoco ao seu negócio”, diz o presidente.

Iniciativas internacionais

A IAMCP conta também com iniciativas internacionais, como os Special Interest Groups (SIG). “Temos Parceiros portugueses que lideram SIGs a nível da EMEA, por exemplo, o de Mixed Reality, ou simplesmente aqueles que participam nos encontros de SIGs, como o de Dynamics 365, encontrando respostas a desafios que são partilhados por todos, ou ainda simplesmente encontrando Parceiros de negócio”, explica Sérgio Baptista.

A associação também promete ajudar Parceiros portugueses a penetrar noutros mercados. “Há Parceiros que nos procuram com o intuito de encontrar distribuidores nas geografias onde pretendem penetrar, bem como o inverso, ou seja, Parceiros internacionais que procuram Parceiros portugueses com determinado tipo de capacidades que não encontram no seu país”, revela o presidente da IAMCP. Pertencer à rede IAMCP, diz “pode, de forma real e efetiva, ser um gerador e potenciador de oportunidades de negócio para as empresas”.

Recomendado pelos leitores

Dell entra em bolsa cinco anos depois
NEGÓCIOS

Dell entra em bolsa cinco anos depois

LER MAIS

Planear o marketing para 2019: já está atrasado?
NEGÓCIOS

Planear o marketing para 2019: já está atrasado?

LER MAIS

Valor da Apple desceu 450 mil milhões em apenas três meses
NEGÓCIOS

Valor da Apple desceu 450 mil milhões em apenas três meses

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 53 Dezembro 2018

IT CHANNEL Nº 53 Dezembro 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.