2020-3-26

NEGÓCIOS

HP diz que não é altura para estar em diálogo com a Xerox

A HP diz que continua de ‘espírito aberto’ para uma possível fusão ou aquisição, mas alerta que agora não é a altura para se discutir o tema com a Xerox, uma vez que o mundo está a enfrentar a pandemia do COVID-19

A pretensão de aquisição da HP por parte da Xerox continua a dar que falar. A Xerox disse no início deste mês de março que iria colocar a aquisição em pausa devido a pandemia do COVID-19, ou Coronavírus. 

No entanto, diz o CRN, numa carta enviada esta semana aos acionistas, a HP nota que a Xerox não “continua a avançar com a sua oferta de compra e proposta de direção, num esforço para forçar a combinação” das duas empresas. A carta em questão foi assinada por Enrique Lores, CEO, e Chip Bergh, presidente do conselho de administração, da HP. 

É importante que os acionistas entendam que, nestas circunstâncias e de acordo com nossos deveres fiduciários, acreditamos que não devemos desviar tempo, atenção e recursos valiosos para um diálogo com a Xerox sobre a transação proposta”, afirmou a HP na carta. 

A HP referiu aos acionistas que está “comprometida em proteger o seu investimento” na empresa, mas que gerir os impactos da pandemia é a principal prioridade no momento. “A nossa principal responsabilidade neste período difícil é focar nos negócios da HP e atender às necessidades do nosso ecossistema em todo o mundo, incluindo os nossos acionistas, milhões de clientes, 250 mil Parceiros e a nossa equipa de aproximadamente 55 mil colaboradores”, afirma a empresa.  

Estamos a gerir ativamente muitos desafios, incluindo garantir a saúde e a segurança da nossa força de trabalho, abordar interrupções na cadeia de valor, monitorizar e atender às necessidades de liquidez dos nossos clientes e, mais amplamente, garantir que a HP está bem posicionada para apoiar as pessoas que trabalham remotamente”, escreveram Lores e Bergh. 

Quanto à proposta da Xerox, “qualquer transação complexa, em larga escala e altamente alavancada no ambiente económico atual pode ser desastrosa para a HP, para os seus acionistas e para todo o nosso ecossistema”, afirmou a HP. “Apesar de mantermos a mente aberta sobre fusões e aquisições como uma ferramenta para agregar valor aos acionistas da HP no momento certo e nos termos certos - é bastante claro que agora não é a hora”.

Recomendado pelos leitores

Estado de Emergência. Lojas de venda e reparação de produtos informáticos mantêm-se abertas
NEGÓCIOS

Estado de Emergência. Lojas de venda e reparação de produtos informáticos mantêm-se abertas

LER MAIS

Estado emergência: Abrir ou fechar a loja ao público?
NEGÓCIOS

Estado emergência: Abrir ou fechar a loja ao público?

LER MAIS

O impacto do COVID-19 na indústria de IT
NEGÓCIOS

O impacto do COVID-19 na indústria de IT

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 65 MARÇO 2020

IT CHANNEL Nº 65 MARÇO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.