2019-10-31

NEGÓCIOS

Apple com bons resultados, Samsung nem tanto

Os últimos resultados lançados pelas duas maiores fabricantes de smartphones colocam a Samsung em desvantagem e a culpa é do negócio de chips. Já a Apple cresce e deve-o aos weareables e acessórios

A Samsung Electronics anunciou resultados aquém das expectativas, no terceiro trimestre do ano, ao mesmo tempo que a Apple apresentou números acima dos previstos pelos analistas.

As vendas do smartphone Galaxy Note 10 ajudaram a empresa sul-coreana a alcançar o seu melhor lucro em negócios móveis em seis trimestres, no período referente ao terceiro trimestre do ano. O negócio móvel representou um aumento de 32% no lucro operacional, para cerca de 2,5 mil milhões de dólares, o maior valor desde o primeiro trimestre de 2018.

As vendas de smartphones da Samsung aumentaram 8% no terceiro trimestre, para 78,2 milhões de unidades, superando a Apple, cujas vendas no iPhone caíram 9% em valor, para 33,4 mil milhões de dólares.

Já em relação ao negócio de chips de memória, a Samsung revelou que o lucro operacional no terceiro trimestre caiu 56%, para 6,7 mil milhões de dólares. A receita caiu 5,3%, em linha com as estimativas. O negócio de semicondutores representa agora menos de um quarto do valor que tinha no mesmo período do ano passado.

Assim, o lucro da Samsung diminuiu quatro trimestres consecutivos e deve cair novamente no trimestre atual, antes de se recuperar no próximo ano – como preveem os analistas.

Do lado da Apple, as expectativas de Wall Street foram superadas e, apesar da descida nas vendas de iPhones, este continua a ser o produto mais vendido pela norte-americana. O segmento de wearables – onde se incluem o Apple Watch, AirPods e HomePod – deverá tornar-se o terceiro segmento que mais receita gera na Apple, a seguir aos smartphones e serviços. As vendas de AirPods são a principal contribuição para o crescimento deste segmento, que chegou aos 54% no terceiro trimestre do ano (o último trimestre do ano fiscal da Apple), representando 6,5 mil milhões de dólares.

Neste período, o volume de negócios da Apple cresceu quase 2% face ao mesmo período do ano passado, registando-se 64 mil milhões de dólares.

Recomendado pelos leitores

Bizdirect implementa Modern Workplace da Microsoft na Gallo Worldwide
NEGÓCIOS

Bizdirect implementa Modern Workplace da Microsoft na Gallo Worldwide

LER MAIS

Xerox faz proposta de aquisição pela HP
NEGÓCIOS

Xerox faz proposta de aquisição pela HP

LER MAIS

Microsoft celebra contrato de 10 mil milhões de dólares com o Pentágono
NEGÓCIOS

Microsoft celebra contrato de 10 mil milhões de dólares com o Pentágono

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 62 NOVEMBRO 2019

IT CHANNEL Nº 62 NOVEMBRO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.