Isabel Reis, Dell Technologies Enterprise General Manager for Spain & Portugal em 2019-4-18

OPINIÃO

Os seus dados estão protegidos?

Foi o que questionamos às organizações em todo o mundo - e os resultados estão em…

Isabel Reis, Dell Technologies Enterprise General Manager for Spain & Portugal

Alcançar o sucesso na transformação digital baseia-se no seu capital de dados. Esta é a base do futuro: como se gere e protege os dados torna-se essencial para obter valor.

Recentemente, realizamos uma pesquisa global para avaliar a agilidade da proteção de dados das organizações. No estudo sobre o Índice de Proteção de Dados Global, mais de 2.000 decisores de TI foram entrevistados em organizações públicas e privadas de 250 ou mais funcionários, em três regiões globais, 18 países e 11 setores. Os resultados mostram um cenário desafiador para as organizações que buscam obter o máximo de seus dados. Já na região da EMEA, em particular, 89% dos entrevistados veem o valor potencial dos dados e, neste caso, 29% já rentabilizam os mesmos. Embora esse reconhecimento seja positivo, a maioria dos entrevistados continua a lutar para os proteger de forma adequada.

Do reconhecimento à realidade

Atualmente os dados já são considerados um ativo para a maioria das empresas, com 92% destas a verem o seu valor potencial, e 36% destas a reconhecer que os dados são extremamente valiosos e que atualmente estes já estão a ser capitalizados. Como resultado as empresas têm vindo a aumentar substancialmente o volume de dados.

Por todo o mundo, os dados estão a crescer a um ritmo fenomenal: o Índice Global de Proteção de Dados informa que, entre 2016 e 2018, o volume de dados globais subiu de 1,45 para 9,70 PB. O que criou um cenário desafiador para a proteção de dados, pois as organizações lutam para acompanhar o crescimento dos dados.

Proteger os dados contra a perda de dados está provar ser, ainda, mais importante do que a ameaça do tempo de inatividade. Enquanto mais organizações experimentaram o tempo de inatividade do que perda de dados nos últimos 12 meses (41% versus 28% respetivamente), o custo médio por incidente de perda de dados foi muito maior - na verdade, a um custo médio de US $ 996.000, quase o dobro do tempo de inatividade não planeado.

Mas este reconhecimento traduziu-se em medidas robustas de proteção de dados? A resposta parece ser: não para o número de pessoas suficiente. Quase dois terços dos entrevistados (63%) disseram não estar muito confiantes de que poderiam atingir os seus objetivos para recuperar totalmente os seus sistemas e dados, enquanto 84% acham que a sua solução atual de proteção de dados não permitirá responder a todos os futuros desafios de negócios.

Em resumo, embora os líderes estejam em melhor forma para evitar incidentes, também estão mais expostos, porque as suas operações dependem mais de dados.

Quem está na frente?

O Índice Global de Proteção de Dados classifica os países na maturidade da sua abordagem à proteção de dados, concedendo a organizações em cada país mais pontos para os tempos de recuperação mais curtos, confiança na sua infraestrutura, sistemas modernos de proteção de dados e até que ponto eles valorizavam seus dados.

 

por Isabel Reis, Dell EMC Enterprise General Manager for Spain&Portugal

IT CHANNEL Nº 60 SETEMBRO 2019

IT CHANNEL Nº 60 SETEMBRO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.