Nuno Moura, Consultor Sénior da Michael Page Information Technology em 2019-8-09

OPINIÃO

Liderança

Cibersegurança: aumento exponencial previsto para a procura de funções

A Cibersegurança é a prática de proteção de sistemas, redes e programas contra ataques digitais

Nuno Moura, Consultor Sénior da Michael Page Information Technology

Consiste no conjunto de medidas tecnológicas que têm como objetivo manter a integridade, a confidencialidade e a disponibilidade dos ativos de informação e tornou-se numa das principais preocupações dos líderes empresariais.

A informação é poder e de há uns anos para cá, os profissionais da área das tecnologias de informação têm-se focado muito mais neste tema, aproveitando para melhorar os seus skills técnicos e também, de certa forma, direcionando- se para uma área de tendência e de necessidade urgente de mercado para as empresas.

Os dados dos clientes ou dados financeiros têm um valor bastante apetecível para os hackers, cada vez mais estruturados e profissionalizados. Os responsáveis pelos ataques cibernéticos são adversários altamente motivados, com elevadas competências, que estão sempre na linha da frente no que diz respeito a tecnologia avançada. Ao longo dos últimos tempos, os ataques dispersos e desorganizados, concebidos com um simples desejo de prejudicar, têm dado lugar a ataques extremamente sofisticados.

As empresas antigamente, estavam estruturadas de forma mais fortificada, não tendo tanto este tipo de preocupações. No entanto, com a evolução das novas tecnologias, desde objetos conectados, à mobilidade e à partilha de informação em cloud, aumentou a sua vulnerabilidade. Para além disto, estes cibercriminosos são rápidos a explorar qualquer falha.

E é neste panorama atual e nesta direção que a área da segurança informática – Cybersecurity – vai sentindo cada vez mais um crescimento exponencial na contratação de profissionais especializados. Isto é um reflexo, sobretudo, da perceção das empresas quanto à importância de blindar as tecnologias de informação como um todo.

Para além de outras funções que exigem grandes capacidades técnicas, tais como Administrador de Sistemas, Infraestruturas, engenheiros de software, os profissionais de cibersegurança são cada vez mais fulcrais e reconhecidos pelo profundo conhecimento técnico e, de certa forma, pela capacidade de antever riscos e ações dos hackers – cibercriminosos.

Embora as oportunidades nesta área sejam consideravelmente altas, é possível que, tal como no presente, haja um grande défice de pessoas capacitadas para preencher estas lacunas, também porque os hackers aprimoram os seus métodos de ataque e aumentam as probabilidades de intensificar os danos.

Para os candidatos a um emprego nesta área, ter as certificações e formações certas é uma vantagem definitiva e imprescindível. Os diplomas e certificados mostram que esse profissional alcançou proficiência em áreas específicas de tecnologia e segurança, tornando-o mais atraente para possíveis empregadores.

Tudo isto faz com que estes profissionais que são poucos ainda, e altamente especializados, tendo uma forte responsabilidade no mundo empresarial, passem a ser dos mais bem remunerados.

Este tema poderá dificultar a tarefa das empresas no seu recrutamento, sendo a retenção de talento a melhor forma de assegurar a mão-de-obra especializada.

A carreira em cibersegurança pode ter enfoque na vertente forense, na análise de redes, engenharia, na gestão de segurança da informação, ou testes de penetração, entre outros.

Deste modo, os programas de certificações/ formações também são vantajosos para as entidades empregadoras que procuram preencher as suas vagas nesta área cada vez mais preponderante.

Além de ser um importante critério para o processo seletivo de novos especialistas, estas formações em Segurança da Informação são ferramentas que auxiliam as empresas a habilitar os profissionais que já fazem parte da sua estrutura, oferecendo conhecimento mais profundo e especializado.

Esta ação será determinante e irá ajudar a que a área de cybersecurity seja um motivo de comprometimento com a equipa, valorizando os colaboradores já inseridos na cultura da organização.

 

por Nuno Moura, Consultor Sénior da Michael Page Information Technology

Recomendado pelos leitores

4 maneiras práticas de simplificar os seus processos de segurança
OPINIÃO

4 maneiras práticas de simplificar os seus processos de segurança

LER MAIS

Rede de Parceiros: O caminho para um ecossistema vencedor
OPINIÃO

Rede de Parceiros: O caminho para um ecossistema vencedor

LER MAIS

O quarto elemento
OPINIÃO

O quarto elemento

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.