2021-4-19

NEGÓCIOS

Empresas gastam cerca de 3,5 milhões de dólares em integração de sistemas

Relatório indica que apenas 37% das equipas de IT conseguiram completar todos os projetos de integração que foram pedidos durante 2020 e observam, desde já, um crescimento de 30% nos pedidos deste ano

A Mulesoft divulgou os resultados do mais recente MuleSoft’s 2021 Connectivity Benchmark Report, que vem demonstrar que as equipas de TI estão a gastar um terço do seu tempo em projetos de integração, com os custos de integrações à medida a subirem para uma média de 3,5 milhões de dólares. Com as iniciativas digitais a acelerarem, a integração tem sido um fator crítico para o sucesso e para aumentar a velocidade da transformação digital em empresas de todos os setores.

As empresas, independentemente do setor de atuação, têm sentido uma rápida mudança na interação com clientes e colaboradores em canais digitais”, explica Brent Hayward, CEO da MuleSoft. “Embora a maioria das empresas estejam a priorizar as iniciativas digitais, como o lançamento de uma plataforma de e-commerce ou aumentar a produtividade da equipa, o estudo que estamos a apresentar demonstra que os silos de dados continuam a impedi-las de atingirem os objetivos definidos. As empresas que dão um maior poder às suas equipas de negócio e de TI para integrarem facilmente apps e dados, serão aquelas que conseguirão desbloquear a situação, abrindo espaço para a inovação em escala, ganhando simultaneamente uma vantagem competitiva”.

Com base num inquérito global feito a mais de 800 CIO e responsáveis de TI, o Connectivity Benchmark Report também destaca novos desafios e oportunidades para as empresas, à medida que estas navegam pelos mares da digitalização.

O aumento da procura pressiona as empresas para oferecerem um serviço digital mais rápido

Nos últimos 12 meses assistiu-se a uma mudança profunda na forma como se trabalha, como as pessoas interagem e como as empresas funcionam. Os colaboradores e os clientes querem experiências digitais fluidas, e esperam que as empresas as consigam fornecer mais rapidamente.

  • Novas iniciativas para permitir o sucesso a partir de qualquer lugar: No ano passado, as empresas confiaram na tecnologia para que esta apoiasse uma transformação digital rápida na implementação do trabalho remoto e na necessidade dos colaboradores aumentarem a produtividade e eficiência. A migração de aplicações para a cloud (51%), a possibilidade de trabalhar à distância (48%) e a automatização de processos de negócio (47%) são as iniciativas-chave nas quais as empresas estão focadas em 2021. Logo a seguir vem o uso das TI como recurso para criarem um ambiente de trabalho seguro, modernizarem os sistemas antigos e a integração de aplicações SaaS (cada uma com cerca de 45%).
  • Quando a procura supera a oferta: a procura por tecnologia tem aumentado massivamente. As empresas já pediram aos departamentos de TI para entregarem mais projetos este ano, num aumento de 30% comparado com o ano anterior (242 projetos em 2020 e 315 projetos em 2021). Do universo de respondentes, apenas 37% afirmam terem conseguido entregar todos os projetos de TI o ano passado.
  • Digitalizar ou ficar para trás: 77% das empresas afirmam que, se não conseguirem completar as iniciativas de transformação digital, haverá um impacto significativo no negócio no próximo ano.
  • O custo de “manter as luzes acesas”: Os departamentos de TI estão a investir quase dois terços do seu tempo (68%) na manutenção dos negócios, deixando pouca margem de tempo para inovarem e desenvolverem novos projetos.

Os desafios da integração travam as empresas

Os silos de dados continuam a ser um desafio para 90% das empresas (sem alterações face ao último relatório). Quase 9 em cada 10 profissionais de TI assinalaram os problemas de integração como um obstáculo à transformação digital. A integração continuará a ser uma área de enorme importância, uma vez que as empresas procuram conectar-se e obter mais valor das suas aplicações e dados (tanto os novos como os já existentes).

  • Muitas aplicações, pouca integração: As empresas utilizam uma média de 843 aplicações individuais. No entanto, apenas 29% destas aplicações estão integradas (um ligeiro aumento em relação aos 28% do ano passado), o que demonstra o enorme potencial das empresas para impulsionarem a mudança e oferecerem experiências mais conectadas.
  • As experiências conectadas dos clientes continuam a ser uma meta: Apenas 18% das empresas integram as experiências dos utilizadores finais em todos os canais, e quase metade (48%) admitem dificuldades em fazê-lo. No entanto, as empresas que integraram com êxito as experiências dos utilizadores finais, acabam por usufruir de diferentes benefícios como o aumento da fidelidade dos clientes (53%), a transformação do negócio (53%) e a inovação (50%).
  • Funções relacionadas com dados têm uma maior necessidade de integração: Além das funções de TI, gestão de dados (47%), analista de negócios (47%) e finanças (42%) são as funções com maiores necessidades de integração.

Potenciar a inovação em toda a empresa

As empresas reconhecem a importância estratégica da integração, para ajudar a alcançar os objetivos de negócio e oferecer experiências conectadas de forma mais rápida. Para diminuir a carga de integração em TI e impulsionar a inovação e produtividade, as empresas procuram aumentar a reutilização das integrações existentes e incentivar a empresa a conectar aplicações e dados.

  • A estratégia de integração e API lideram: Mais de dois terços (69%) das organizações afirmam ter um foco descendente da estratégia de integração e APIs, num ligeiro aumento comparando com o ano passado (63%), o que demonstra a crescente importância da integração para o alcance de objetivos empresariais.
  • A reutilização das API é uma área de oportunidade massiva: Ainda que a maioria das empresas (96%, face a 80% no ano passado) estejam a utilizar API para desenvolverem integrações e novos projetos, as melhores práticas em torno da reutilização de APIs continua a ser uma área que precisa de melhorias. A reutilização  de códigos, as API e os templates de melhores práticas têm-se destacado nos últimos anos. As empresas têm uma média de 42% destes ativos e componentes internos disponíveis para reutilização. Trata-se de uma área cheia de oportunidades, uma vez que as empresas que aproveitam as APIs observam um aumento da produtividade (59%), self-service (48%) e inovação (46%).
  • Capacitar todos os utilizadores da empresa: Quatro em cada cinco empresas reconhecem a necessidade de tornar os dados e a integração acessíveis aos utilizadores de negócio, para aumentar a produtividade, oferecer experiências conectadas e impulsionar a inovação. Mais de um terço (36%) das empresas afirmam ter uma abordagem madura no que diz respeito à permissão de utilizadores não-TI para a integração e a facilidade de aplicações e dados através das API. Outros 44% afirmam estar no processo de desenvolvimento, o que é demonstrativa da intenção das empresas em potenciar os utilizadores empresariais com a integração.

Recomendado pelos leitores

Grupo CPCis conta com nova empresa
NEGÓCIOS

Grupo CPCis conta com nova empresa

LER MAIS

Sines 4.0 - 3,5 mil milhões num hyperscale de 450MW
NEGÓCIOS

Sines 4.0 - 3,5 mil milhões num hyperscale de 450MW

LER MAIS

Tech Data desenvolve portal totalmente integrado com Cisco
NEGÓCIOS

Tech Data desenvolve portal totalmente integrado com Cisco

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 77 MAIO 2021

IT CHANNEL Nº 77 MAIO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.