2018-7-02

EVENTOS

SAS e Cisco debatem potencial da analítica na IoT

A Internet of Things é um dos maiores geradores de dados que existe, tornando-se, portanto, num dos grandes fornecedores de insights para os negócios. No passado dia 28 de junho, no evento "From Edge to Enterprise with Real-Time Analytics”, o SAS Portugal e a Cisco analisaram os desafios, oportunidades e impacto da IoT para os negócios

Ricardo Pires Silva, diretor executivo da SAS Portugal

Parceiros de negócio há oito anos, a Cisco e o SAS encontram na IoT um grande potencial de negócio. Com uma parceria que alia o hardware ao software, a proposta de valor das empresas baseia-se em conseguir dar às organizações, através do Cisco Unified Computing System (UCS), com o seu poder de computação, e das ferramentas de analítica do SAS, a possibilidade de estas terem ao seu dispor insights em tempo real, sejam elas apenas business users como organizações de IT.

Mais recentemente, as empresas anunciaram em 2017 o lançamento da plataforma Cisco SAS Edge-to-Enterprise, que combina o software e hardware necessários para recolher, tratar e analisar dados de IoT de forma a que os utilizadores não tenham de desenvolver uma plataforma de raiz.

Segundo a Cisco, é previsto que existam 50 mil milhões de dispositivos ligados à internet em 2020, incluindo sensores e outros dispositivos relacionados com a IoT. À medida que este número aumenta, traz consigo novas oportunidades de negócio, experiências, etc, mas também traz a necessidade de novas infraestruturas e modelos de negócio.

Para derivar valor de negócio do IoT, os dados gerados por estes dispositivos necessitam de ser recolhidos, agregados e analisados de forma a extrair insights relevantes e acionáveis.

O desafio é construir uma infraestrutura digital adequada e potenciar o conjunto correto de aplicações para tirar partido destes dados. No final do dia, o objetivo da IoT é conseguir resultados de valor. A única forma de conseguir valor é através da aplicação atempada e adequada da analítica.


Cisco Kinetic

A Kinetic é uma plataforma concebida para gerir ecossistemas de IoT, designada de “IoT data fabric”: um sistema distribuído de sofware que gere e simplifica operações de IoT, resumidamente, em três frontes:

  •     Extrair dados de dispositivos em todo o ecossistema, mesmo que estes comuniquem através de diferentes protocolos, e torná-los utilizáveis por aplicações como as ferramentas de analíticas SAS.
  •     Processar dados onde este precisem de ser processados, desde o edge ao enterprise, reduzindo drasticamente a latência e permitindo uma tomada mais rápida de decisões no ponto de ação e um uso mais eficiente dos recursos de rede.
  •     Mover os dados para as aplicações certas no momento certo. A plataforma faz a distribuição de dados em situações que envolvem múltiplas clouds, entidades e localizações, executando políticas que asseguram a privacidade e proteção dos dados.

O seu design modular significa que é também altamente escalável, tornando-a ideal para empresas que queiram começar a explorar aplicações IoT numa escala menor, bem como PMEs que procurem soluções que possam crescer consigo.

Recomendado pelos leitores

Coimbra recebe jp.di summit 2018 em setembro
EVENTOS

Coimbra recebe jp.di summit 2018 em setembro

LER MAIS

Kaspersky Lab reúne Parceiros para debater estado da cibersegurança
EVENTOS

Kaspersky Lab reúne Parceiros para debater estado da cibersegurança

LER MAIS

Landing Festival – Maior evento de carreiras em tecnologia regressa a Lisboa
EVENTOS

Landing Festival – Maior evento de carreiras em tecnologia regressa a Lisboa

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 49 Julho 2018

IT CHANNEL Nº 49 Julho 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.