2020-11-06

EVENTOS

“Desenvolvemos soluções, mas quem tem o maior conhecimento dos setores verticais são os Parceiros”

Apesar de ter sido um ano desafiante, a Sage conseguiu ajudar 64% dos seus Parceiros a crescer e desenvolver um plano de ajuda para as PME

Josep Maria Raventós, Country Manager da Sage Portugal

Durante o Sage Partner Kickoff Portugal, a Sage deu a conhecer a sua estratégia de negócio e  partilhou as suas experiências relativamente ao ano fiscal de 2020 aos seus Parceiros. 

A transformação digital está no topo das preocupações das empresas. A pandemia provocou alterações profundas no modelo de negócio através do teletrabalho e criação de novos canais de comunicação com os clientes, digitalização dos modelos operacionais e importância dos dados e reports analíticos.

Numa altura em que as empresas estão focadas em garantir a resiliência e adaptação, um estudo da IDC deixa uma mensagem de otimismo por parte das empresas, uma vez que a perspetiva é que daqui a seis meses estas voltem aos investimentos com o objetivo de puderem crescer.

A pandemia fez com que as organizações vissem a tecnologia e o IT como uma forma de regressar ao crescimento”, explica Gabriel Coimbra, Group Vice President & Country Manager, IDC Portugal.

Para Josep Maria Raventós, Country Manager Sage Portugal, o ano fical de 2020 “foi um ano desafiante”. Conseguimos ultrapassar os 81% dos clientes que trabalhavam com um modelo de subscrição, o que é bastante importante, uma vez que este fator dá estabilidade ao negócio. Aumentamos ainda a nossa base de novos clientes, fazendo crescer assim a nossa base de active customers. Neste ano marcado pela pandemia conseguimos angariar 8.464 clientes, 11% acima do que tínhamos atingido no ano passado. Pela primeira vez na história da Sage conseguimos ultrapassar os 60 mil clientes”.

Outro dos objetivos conseguidos pela Sage neste ano fiscal foi a renovação de talento através da contratação de 18 novos colaboradores. Após o aparecimento da COVID-19, a Sage desenvolveu planos de contingência para defender a saúde de todos os colaboradores, o que “neste momento, é uma prioridade”. 

Apesar de estarem em regime de teletrabalho, a Sage orgulha-se de já ter atendido mais de 200 mil chamadas de clientes durante este período e de ter feito mais de 640 webinares de formação para clientes e para Parceiros.

Tivemos também de proteger e adaptar a nossa base de clientes, e uma das nossas primeiras decisões foi desenvolver um plano de ajuda para as PME - que constituem 99% do tecido empresarial português -, fazendo uma doação de cerca de um milhão de euros para ajudar as mais de quatro mil empresas que mais precisaram do nosso apoio”, explica o Country Manager.

Foi também neste ano fiscal que a Sage trabalhou na consolidação do Sage Partner Program (SPP), um programa que se começou a desenvolver nas organizações do Canal há cerca de três anos, uma vez que a Sage tem como propósito ter o melhor Canal e ecossistemas de Parceiros do mercado,  sendo cada um especializado na sua área.

Ainda no tema das conquistas da Sage, está o facto de 64% dos seus Parceiros terem crescido apesar da pandemia. “Se compararmos isto com as previsões de PIB do país, são número extraordinários”, afirma o Country Manager Sage Portugal.

Quanto ao ano fiscal de 2021, Josep Maria Raventós, anunciou que “a nossa prioridade máxima é proteger a nossa base de clientes, seguindo-se da digitalização das empresas com o propósito de ajudar a recuperação económica das mesmas”.

O Country Manager Sage Portugal acredita ainda que numa situação de crise “há oportunidades para aqueles que são capazes de aproveitar”.

Programa de Parceiros 

Para a Sage os Parceiros são uma necessidade vital. “Desenvolvemos soluções, mas quem tem o maior conhecimento dos setores verticais são os Parceiros. São quem tem a interação com os clientes e o know-how necessário para verticalizar as nossas soluções e adaptá-las aos diferentes segmentos de mercado”.

80% da receita do negócio da Sage chega através dos Parceiros, uma vez que são responsáveis pela expansão do negócio dentro do mercado, até mesmo na parte de serviços. 

Josep Maria Raventós partilha que “a nossa missão é criar uma rede de business partners especialistas, verticalizar soluções e adaptá-las às reais necessidades de cada um dos clientes. Estamos a desenvolver um central excellence, uma equipa de alta especialização que está a dar formação aos Parceiros para elevar o seu nível profissional, e assim adicionar ainda mais valor ao mercado”.

Recomendado pelos leitores

Edge, Multicloud e Cloud Híbrida na era da digitalização
EVENTOS

Edge, Multicloud e Cloud Híbrida na era da digitalização

LER MAIS

Web Summit: o novo plano europeu para o desenvolvimento digital
EVENTOS

Web Summit: o novo plano europeu para o desenvolvimento digital

LER MAIS

Canalys: o futuro dos fabricantes passa pelo sucesso dos Parceiros
EVENTOS

Canalys: o futuro dos fabricantes passa pelo sucesso dos Parceiros

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 72 NOVEMBRO 2020

IT CHANNEL Nº 72 NOVEMBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.