2021-2-16

CLOUD

Mais de 90% das empresas europeias têm serviços e plataformas multicloud

Os serviços que ajudam a gerir a cloud híbrida suportada em ambientes multicloud continuam a crescer

Os dados em cloud são perfilados como o ativo diferencial das organizações num ambiente marcado pelo crescimento do universo digital. Neste sentido, o uso de arquiteturas em cloud permite às organizações uma maior flexibilidade, libertando dados de silos físicos, tornando-o um ativo omnipresente.

Esta é a principal conclusão do relatório "Transforme os seus dados num ativo diferencial através da cloud", apresentado pela IDC Research Spain, Evolutio e Oracle, que revela que até 2021 as empresas devem abordar a modernização de aplicações e integração de dados em silos de cloud, para os quais 20% irão adotar arquitetura de cloud conectada.

As organizações estão a avançar a sua maturidade em cloud e a realidade atual mostra que 85% das organizações europeias utilizam as suas infraestruturas híbridas.

No caso de Espanha, a IDC Research Spain prevê que o mercado de cloud venha a ter um crescimento de cerca de 20% ao ano nos próximos anos, em linha com as  congéneres europeias, com infraestruturas como serviço (IaaS) a ocupar a primeira posição com taxas de crescimento que chegarão a quase 30%.

O relatório prevê uma aposta na cloud híbrida e multicloud. Desta forma, os serviços que ajudam a gerir a cloud híbrida suportada em ambientes multicloud continuam a crescer com impulso, ou seja, na gestão de vários serviços na cloud, sejam públicos ou privados fornecidos por mais de um prestador.

"Na IDC Research Spain, estimamos que mais de 90% das empresas europeias empregam serviços e plataformas multicloud. Mesmo nas empresas que estabelecem mecanismos para gerir ambientes multicloud esta percentagem atinge 40% na Europa", afirma Ignacio Cobisa, Senior Research Analyst na IDC.

A governação em cloud será um dos aspetos que centrará a atenção dos líderes de IT para garantir a soberania dos dados e alcançar organizações ágeis e eficientes que possam competir no ambiente digital.

A IDC prevê que o investimento na automatização de processos na Europa cresça 35% até 2022,"portanto, os trabalhadores terão de adquirir novas competências ou aprofundá-las, enquanto as empresas terão de repensar a organização do trabalho", acrescenta Cobisa.

Os benefícios da automatização suportado pela Inteligência artificial vão desde a melhoria da satisfação dos colaboradores pela capacidade de concentrar tempo e energias em atividades de maior valor, melhorar o atendimento ao cliente, aumentar a rapidez e eficiência na gestão e, claro, uma considerável poupança de custos.

"Tudo isto requer modificar os processos de produção para se adaptar a um novo mercado e como consumir com os dados como centro de tomada de decisão", conclui Cobisa.

Recomendado pelos leitores

Microsoft anuncia novas ofertas de cloud para setores financeiro, indústria e retalho
CLOUD

Microsoft anuncia novas ofertas de cloud para setores financeiro, indústria e retalho

LER MAIS

Atos e OVHcloud unem esforços para criar ambiente único de cloud europeia
CLOUD

Atos e OVHcloud unem esforços para criar ambiente único de cloud europeia

LER MAIS

Transformação digital das organizações “é muito mais do que tecnologia”
CLOUD

Transformação digital das organizações “é muito mais do que tecnologia”

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 74 FEVEREIRO 2021

IT CHANNEL Nº 74 FEVEREIRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.