2019-3-13

NEGÓCIOS

SAP cresce a dois dígitos no segmento de PME

Nos últimos três anos, o volume de negócios deste segmento da SAP mais do que duplicou. Em 2018 a empresa verificou um crescimento de 28% do negócios de PME, apoiada por projetos na área de cloud, RH e analytics

O segmento dedicado às PME, que representa cerca de 30% do valor das vendas de software e mais de 40% do volume de transações comerciais da subsidiária portuguesa, tem vindo a percorrer um percurso de crescimento exponencial nos últimos três anos que culminou, em 2018, num ano "extraordinariamente bom", aponta Filipe Costa, diretor comercial para as Pequenas e Médias Empresas da SAP Portugal. 

A área de negócio, que abrange empresas que, independentemente do seu setor de atividade, registem uma faturação anual situada entre os cinco e os 500 milhões se euros, não pertencentes a grandes grupos económicos nacionais, apoiou os seus bons resultados na necessidade dos seus clientes transformarem os seus negócios rumo a uma maior eficiência operacional, expansão internacional ou maior competitividade. 

“O crescimento contínuo na adoção de soluções inovadoras e alinhadas com as necessidades das empresas nacionais é um indicador muito positivo da atual modernização do tecido empresarial em Portugal. As empresas portuguesas já entenderam que precisam de digitalizar as suas operações para continuarem a crescer, mas acima de tudo, para continuarem a ser competitivas, independentemente da sua indústria ou dimensão", afirma Filipe Costa. 

Em 2018, a concretização de novos contratos em clientes existentes foi também um factor de crescimento, através de uma oferta de soluções cada vez mais abrangente. A empresa manteve a confiança dos seus atuais clientes, que continuaram a procurar as soluções da SAP e a expandir a parceria, nomeadamente, nas áreas de digital core, analítica avançada, gestão do relacionamento com clientes e gestão do capital humano, quase sempre num modelo de consumo do software baseado na cloud. 

Alguns exemplos de empresas portuguesas que estão a reforçar a sua relação com a SAP para uma gestão de vanguarda dos seus processos de negócio e da sua cadeia de valor são: Carris, Lactogal, Lusiaves e Sogrape. Estas empresas, ao adotarem a solução SAP S/4HANA observarão a sua inovação impulsionada, ao mesmo tempo que lhes será assegurada uma moderna experiência de utilização em todas as funções da empresa e em qualquer dispositivo, assim como um modelo de dados simplificado e processos de negócio em tempo real.

Também a plataforma SAP HANA conseguiu uma grande aceitação pelas empresas portuguesas, registando 42% de crescimento em 2018. A Comboios de Portugal e o Metropolitano de Lisboa são exemplos de clientes que adotaram esta plataforma para construção da base digital das suas empresas, eliminando as tradicionais fronteiras entre sistemas transacionais, analíticos e de planeamento, e proporcionando a disponibilização de informação instantânea e análises em tempo-real. 

“Hoje em dia numa época de expansão dos negócios, de um crescimento acelerado, a SAP tornou-se a principal aliada para aumentar a agilidade e a inovação das empresas em todos os seus processos de negócio, nomeadamente na gestão de talento, na otimização da cadeia de abastecimento e na gestão da relação com o cliente, diferenciando-se dos seus concorrentes, em particular, nos mercados externos,” conclui Filipe Costa.

Recomendado pelos leitores

IBM Portugal premeia Parceiros do ano
NEGÓCIOS

IBM Portugal premeia Parceiros do ano

LER MAIS

Fujitsu passa de
NEGÓCIOS

Fujitsu passa de "Visionária" a "Líder"

LER MAIS

Sanções à Huawei suspensas por 90 dias
NEGÓCIOS

Sanções à Huawei suspensas por 90 dias

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 57 MAIO 2019

IT CHANNEL Nº 57 MAIO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.