2020-9-13

NEGÓCIOS

Oracle supera estimativas do primeiro trimestre

A infraestrutura em cloud está a acelerar os movimentos do banco de dados. A Oracle tem conseguido manter a sua carteira de clientes, bem como adquirir novos, como é o caso do Zoom

A Oracle reportou resultados financeiros melhores do que o esperado no primeiro trimestre, depois de acumular uma série de vitórias de grandes clientes nas suas aplicações em cloud e negócios de infraestrutura. O McDonald's, por exemplo, está a migrar os seus sistemas financeiros norte-americanos para a Oracle Cloud Infrastructure. 

O lucro líquido não-GAAP da Oracle no primeiro trimestre aumentou 4%, para três mil milhões de euros, enquanto os lucros não-GAAP por ação subiram 15%, para mais de 90 cêntimos. A receita total trimestral foi de 9,40 mil milhões de euros, um aumento de 2% em relação ao ano anterior.

"As nossas empresas de aplicações em cloud continuaram o seu rápido crescimento de receita", explica o CEO da Oracle, Safra Catz, em comunicado. "Os nossos negócios de infraestrutura também estão a crescer rapidamente à medida que a receita da plataforma Zoom duplicou do quarto trimestre do ano passado para o primeiro trimestre deste ano. Tenho um alto nível de confiança de que nossa receita vai acelerar à medida que avançamos na COVID-19".

O Fusion Cloud ERP Suite da Oracle cresceu 33% em relação ao ano anterior, enquanto o NetSuite ERP subiu 23%. A Oracle agora tem mais de 7.300 clientes Fusion ERP e 23.000 clientes eRP Da Netsuite.

O CTO Larry Ellison acredita que a capacidade da Oracle oferecer infraestrutura e aplicativos em cloud se tornará uma vantagem ao longo do tempo e aponta para a AWS novamente.  A infraestrutura em cloud está a acelerar os movimentos do banco de dados, e a Oracle tem conseguido manter a sua carteira de clientes, bem como adquirir novos, como é o caso do Zoom.

O Oracle Database Cloud at Customer é funcionalmente idêntico ao banco de dados Oracle na cloud pública. "É por isso que assistimos a migrações tanto para o banco de dados Cloud at Customer, que é uma oferta exclusiva da Oracle e acabam por ir diretamente para a nossa nuvem pública. Só paga o que se usa pelo em ambos os casos, e não há taxas iniciais. Tem havido uma adoção muito rápida da Oracle Database Cloud no Customer entre os nossos maiores clientes”.

No primeiro trimestre, as receitas de serviços em cloud e suporte a licenças aumentaram 2%, atingindo 6,9 mil milhões de euros. Dentro dessa categoria, os serviços de cloud de aplicações e o suporte a licenças trouxeram cerca de 2,8 mil milhões de euros, um aumento de 4%, enquanto os serviços de infraestrutura em cloud, enquanto o suporte a licenças registou um aumento de 1%.

Recomendado pelos leitores

PRIMAVERA lança novas soluções para apoiar e-Commerce das organizações
NEGÓCIOS

PRIMAVERA lança novas soluções para apoiar e-Commerce das organizações

LER MAIS

O Futuro do Trabalho - Um novo imperativo de negócios
NEGÓCIOS

O Futuro do Trabalho - Um novo imperativo de negócios

LER MAIS

Depois da pandemia, os decisores preparam-se para o workplace do futuro
NEGÓCIOS

Depois da pandemia, os decisores preparam-se para o workplace do futuro

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 70 SETEMBRO 2020

IT CHANNEL Nº 70 SETEMBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.