2020-8-05

HARDWARE

Mercado mundial de tablets cresce 26% no 2º trimestre de 2020

O mercado de PC (incluindo tablets), cresceu 14% para 110,5 milhões no segundo trimestre de 2020

Os envios mundiais de tablets atingiram 37,5 milhões de unidades no segundo trimestre de 2020, registando um crescimento de 26% em relação ao ano anterior. A procura por tablets tinha fracassado nos últimos anos, mas a procura no 2º trimestre de 2020 foi impulsionada por consumidores e empresas que pretendem um acesso acessível a energia de computação básica e ecrãs maiores para facilitar o trabalho remoto, a aprendizagem e o lazer.

Os vendedores conseguiram aumentar a produção para satisfazer esta procura renovada. Ao mesmo tempo, os retalhistas e as transportadoras de vários mercados forneceram incentivos financeiros em dispositivos e dados para incentivar a compra de tablets.

Os cinco principais fornecedores de tablets beneficiaram do aumento da procura, registando um crescimento de dois dígitos e atingindo níveis de envio normalmente associados à temporada de férias do Q4. A Apple aumentou os envios de iPad em 20% conseguindo assim liderar o mercado mais uma vez, com mais de 14 milhões de unidades enviadas, um recorde para um segundo trimestre.

A Samsung manteve a sua posição em segundo lugar, transportando 7 milhões de unidades e crescendo 39%. A Huawei ficou em terceiro lugar, com as remessas a crescerem 45% ao ano, graças a um desempenho particularmente forte na Europa Ocidental. Seguiu-se um aumento de 37%, da Lenovo que lidera o mercado global de PC, e foi a fornecedora de tablets que mais cresceu, com um aumento de 53%.

Segundo Ishan Dutt, analista da Canalys, os tablets obtiveram um crescimento no 2º trimestre de 2020 devido ao trabalho remoto e à educação, visto que a capacidade de colaborar virtualmente, bem como de ver e interagir com conteúdos digitais tornou-se primordial, especialmente no espaço educativo.

Na sua visão, a pandemia provocada pelo Coronavírus aumentou a concorrência para o acesso ao ecrã comum entre membros domésticos, forçados a permanecer dentro de casa e os tablets ajudam a ultrapassar este problema, permitindo que cada membro da família tenha o seu próprio dispositivo.

"Para os utilizadores com maiores necessidades de produtividade, a proliferação de tablets destacáveis tem sido uma bênção. Estes dispositivos ganharam tração como dispositivos primários para o trabalho e é vital incluí-los na avaliação do mercado do PC como um todo. O sucesso recente da Apple e da Lenovo mostra que ter uma oferta de tablet como fornecedor de PC mainstream é inestimável", conclui.

"O canal e o ecossistema portador em torno dos tablets também desempenharam um papel significativo neste desempenho estelar do Q2", afirma o analista sénior da Canalys, Ben Stanton. "Os vendedores e retalhistas em mercados maduros ofereceram descontos massivos como parte das suas promoções de regresso às aulas, e aumentaram igualmente a sua capacidade de gerir as vendas e a entrega online face às medidas de bloqueio".

"Os transportadores também tomaram medidas importantes para além de fornecerem apenas dispositivos. Por exemplo, nos Estados Unidos, a AT&T ofereceu 60 dias de serviço de dados sem fios ilimitados para tablets emitidos pela educação para escolas elegíveis em todo o país. Em muitos mercados móveis de primeira fase na Ásia-Pacífico, onde a conectividade 4G é muitas vezes mais barata e mais fiável do que a banda larga, ter uma vasta gama de opções de tablets conectados tem sido vital para garantir que a educação remota é possível".

 

O mercado de PC (incluindo tablets), cresceu 14% para 110,5 milhões no segundo trimestre de 2020. A Lenovo ficou em primeiro lugar, enviando 20,2 milhões de desktops e tablets, um aumento homólogo de 12%. A Apple ficou em segundo lugar com 19,6 milhões de envios e um crescimento de 18%. Segiu-se a HP, Dell e Samsung.

TAGS

Tablets PC

Recomendado pelos leitores

Microsoft apresenta novo Surface direcionado para as empresas
HARDWARE

Microsoft apresenta novo Surface direcionado para as empresas

LER MAIS

Gastos globais em dispositivos wearables vão crescer 18% este ano
HARDWARE

Gastos globais em dispositivos wearables vão crescer 18% este ano

LER MAIS

Câmara de leitura de matrículas da Hikvision recebe certificação de confiabilidade
HARDWARE

Câmara de leitura de matrículas da Hikvision recebe certificação de confiabilidade

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 73 DEZEMBRO 2020

IT CHANNEL Nº 73 DEZEMBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.