2020-9-01

HARDWARE

Lenovo e HP controlam metade do mercado de computadores portáteis

Consumidores, utilizadores profissionais e escolas apressaram-se a comprar dispositivos de produtividade móvel que antes eram considerados redundantes, impulsionando um crescimento de 27% nas vendas de computadores portáteis

A maioria das famílias de todo o mundo lutaram para se manterem produtivas no trabalho e na escola durante a primeira onda da pandemia COVID-19. Consumidores, clientes empresariais e escolas apressaram-se a comprar dispositivos de produtividade móvel que antes eram considerados redundantes, impulsionando um crescimento de 27% nas vendas de computadores portáteis, de acordo com o mais recente relatório da Strategy Analytics. Debate-se agora se a procura para as épocas de regresso às aulas e de Natal estava à frente da pandemia ou se este é apenas o início de uma nova era de crescimento para os computadores portáteis.

Chirag Upadhyay, analista sénior de investigação da Strategy Analytics, afirma que "a razão para o sucesso de todos os fornecedores para melhorar a procura em cadeia de oferta é trabalhar em estreita colaboração com os parceiros de Canal. A maioria dos vendedores iniciou o trimestre a receber encomendas que foram adiadas devido ao bloqueio imposto na maioria dos países. No entanto, à medida que o trimestre avançou, todos os fornecedores puderam satisfazer as exigências dos clientes a tempo, trabalhando em estreita colaboração com os parceiros de canal, incluindo retalhistas, para entregar os produtos de forma mais eficiente e a tempo".

A maior surpresa do trimestre foi a forte procura gerada pelos consumidores que compraram os seus próprios dispositivos para trabalhar, estudar e jogar, apesar da crise económica. Os jogos revelaram-se uma distração eficaz num mundo fisicamente isolado. Os chromebooks, em particular, experimentaram uma elevada procura por parte das escolas e dos consumidores para apoiar os esforços de aprendizagem em e-learning.

Em termos competitivos, o mercado dos computadores portáteis é liderado pela Lenovo, cujas vendas aumentaram 17%, seguida da HP, que registou um aumento anual não inferior a 42%. Ambas as empresas dividem metade do mercado de computadores portáteis, com ações de 25% e 24,8%, respetivamente.

"Existe definitivamente o risco de dificuldades económicas prolongadas e uma queda da procura nos mercados que ainda enfrentam a primeira onda de infeções, mas este problema pode espalhar-se rapidamente se mais mercados entrarem numa segunda onda de infeções", alerta Chirag Upadhyay.

Recomendado pelos leitores

TP-Link apresenta novo Deco X60 AX3000
HARDWARE

TP-Link apresenta novo Deco X60 AX3000

LER MAIS

Mitel apresenta novos telefones IP empresariais
HARDWARE

Mitel apresenta novos telefones IP empresariais

LER MAIS

Os modelos ThinkBook pensados para uma revolução remota
HARDWARE

Os modelos ThinkBook pensados para uma revolução remota

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 75 MARÇO 2021

IT CHANNEL Nº 75 MARÇO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.