2020-12-22

CLOUD

Advertorial

Os muitos nomes dos servidores virtualizados

Os servidores virtuais estão em todos os lugares. Porquê? Simplificando, os servidores virtuais aumentam a capacidade do seu servidor, permitindo melhorar a maneira como utiliza a sua infraestrutura

A maioria dos utilizadores “aluga” servidores virtuais de um fornecedor de serviços como a IBM.

Nem todos querem comprar um servidor virtual e mantê-lo num data center local próprio, pois isso requer mais tempo, dinheiro, segurança e recursos. Se alugar um servidor virtual, os servidores são geridos pelo fornecedor, o que retira essa preocupação a quem aluga o equipamento. Os servidores virtuais são razoavelmente fáceis de integrar com cenários de cloud híbrida, serviços em containers, serviços móveis, serviços de hospedagem, ambientes VDI e aplicações ou softwares modernos.

Construído com um propósito

Primeiro, é importante considerar o seu sistema operativo atual, todos as aplicações legacy que precisa de executar, os workloads certificados que tem, as necessidades de escalabilidade, picos sazonais ou de longo prazo na utilização, restrições de orçamento, entre outros.

Os servidores virtuais públicos multi-tenant permitem que os utilizadores partilhem recursos (como largura de banda da rede, armazenamento, potência da CPU e muito mais) numa cloud pública ou privada, reduzindo custos. Pode, também, provisionar, alterar e utilizar os seus próprios recursos conforme achar adequado.

Os seus dados permanecem independentes e intocáveis de outras pessoas no servidor, mas são visíveis. Isto significa que, se tiver dados altamente confidenciais que precisam de isolamento ou de um controlo mais apertado, um servidor virtual multi-tenant não será a melhor opção.

Para obter o máximo de controle, segurança, isolamento e conformidade, precisa de um servidor virtual privado de um single-tenant - geralmente chamado de servidor virtual dedicado. Isto inclui suporte de afinidade e antiafinidade, controlo pós-implementação e cobrança inclusiva ao nível do host. É importante observar que nem todos os fornecedores de servidores virtuais ou portfólios de servidores virtuais oferecem opções dedicadas no nível do hypervisor.

A escolha do modelo de vCPU e SO certo para o seu servidor virtual depende de vários fatores, incluindo os conjuntos de recursos e opções que a arquitetura e o SO têm. Analisar as suas necessidades e preferências atuais também desempenham um papel importante.

Os processadores Intel, AMD e IBM Power Systems são as três marcas comuns que encontrará ao escolher vCPUs. Em termos de desempenho, quando compara processadores de cada fornecedor com velocidade, recursos e número de núcleos semelhantes, tendem a ser iguais. Como a Intel e a AMD lançam continuamente novas famílias de processadores, deve verificar qual delas possui a tecnologia mais recente ao tomar uma decisão entre as duas. As três opções de vCPU funcionam bem em hypervisor ou configurações virtualizadas – o que faz com que seja realmente uma questão de preferência de marca.

A imagem ou sistema operacional tende a ser um ponto de preferência de operação também. Os fornecedores de servidores virtuais de qualidade devem oferecer as versões mais recentes do CentOS, Red Hat, Ubuntu, Microsoft e Debian para escolha - bem como opções para trazer a sua própria imagem ou sistema operacional personalizado.

Segurança para workloads regulamentados

A conformidade automatizada e contínua e as arquiteturas de implementação ricas em segurança são essenciais para workloads que operam em setores altamente regulamentados, como serviços financeiros, saúde e entidades de serviço público.

O seu fornecedor de cloud precisa de fornecer uma estrutura de servidor virtual com os controlos de segurança exatos com os quais deve operar. Essa estrutura precisa de ser transparente. Deve ter controlo total do stack para fins de auditoria, até o número de série do servidor virtual.

Existem algumas considerações a ter em conta na gestão das regulamentações rígidas do setor e dos dados confidenciais num ambiente de servidor virtual público, como por exemplo:

  • Criptografia com Bring Your Own Key (BYOK), Keep Your Own Key (KYOK) e a maior certificação de segurança comercialmente disponível, que é FIPS 140-2 Nível 4;
  • Restrições de acesso para identidade, administração baseada em funções e acesso do utilizador;
  • Isolamento para plano de controlo SDN de clusters de workloads e Internet pública, cluster de edge separado e gestão de gateway;
  • Backup e recuperação de desastres opcional e clusters de alta disponibilidade;
  • Conformidade contínua com auditoria de gestão, monitorização e prevenção;
  • Políticas unificadas para segurança e rede no stack de gestão e clusters de workloads.

O que deve procurar em qualquer fornecedor de cloud

Suporte de confiança. Garanta que terá suporte ao cliente 24 horas por dia, sete dias por semana, por telefone, e-mail e chat e que uma pessoa real esteja do lado de lá para o ajudar em situações críticas de IT. Procure quais os fornecedores de servidor virtual que oferecem serviços adicionais (suporte pago) para suporte mais prático.

Opções de gestão. O fornecedor de cloud oferece soluções geridas e não geridas? Se não conhece a tecnologia de virtualização, considere um fornecedor que será responsável pela configuração, manutenção e monitorização contínua do desempenho.

Integração de software e hardware. O seu ambiente de servidor virtual vai funcionar bem com outros? Sistemas operativos, software de terceiros, tecnologia de código aberto, servidores dedicados e aplicações ajudam-no a fornecer mais soluções na sua empresa. Certifique- se de que o seu fornecedor também oferece a hospedagem do servidor bare metal dedicada. Os servidores virtuais no mesmo ambiente que os servidores bare metal, na mesma VLAN privada, proporcionam melhores rotas de tráfego, menos latência e excelente interoperabilidade. Encontre um fornecedor de servidor virtual que tenha Parcerias com os fornecedores de software mais utilizados da indústria e fique longe de restrições de fornecedores.

Redes e infraestruturas de alta qualidade. Quão atualizada está a infraestrutura em que o seu novo servidor virtual será executado? Isto inclui servidores bare metal de confiança, data centers modernos e backbone de rede. Um fornecedor de cloud deve ser capaz de fornecer hardware de última geração e tecnologia de rede de alta velocidade. O tráfego deve pertencer e ser operado 100% pelo fornecedor com opções de largura de banda de back-end gratuitas, largura de banda múltipla e opções privadas de alta velocidade, portas públicas e privadas, ingestão rápida de dados, peering sem intervenção e spreads redundantes geográficos.

Localização. Quanto mais próximos os dados estão dos seus utilizadores, menos problemas terá de enfrentar com latência, segurança e entrega pontual do serviço. Uma boa rede global de data centers espalhados e locais POP é fundamental para ter dados onde e quando mais precisa.

Backup e recuperação. Que plano é que o seu fornecedor de cloud tem para manter os seus servidores virtuais em funcionamento? Também fornecem backup complementar e opções de redundância para o seu ambiente virtualizado? A operação contínua é extremamente importante para muitas empresas e vale o investimento, tanto de tempo como de recursos.

Facilidade de escalabilidade. Quão fácil será aumentar, diminuir a velocidade, reservar, parar e atualizar o seu servidor virtual? A palavra que mais deseja ouvir quando se trata de escalabilidade de servidor virtual é "on-demand".

Várias configurações de CPU. Nem todas as configurações de servidor virtual se adaptam a todas as cargas de trabalho durante cada temporada de utilização. É necessário certificar-se que procura um fornecedor de servidor virtual que forneça pacotes de várias configurações para requisitos single e multi-tenant.

Camadas de segurança. Os seus dados de negócios são um dos seus ativos mais importantes. Linhas de rede privada, opções de data center, recursos de criptografia integrados e atendimento aos padrões de conformidade regulatória são essenciais para proteger o seu ativo mais valioso.

Suporte de migração contínua. Qualquer fornecedor de servidor virtual deve ser capaz de ajudá-lo a elevar e a mudar entre ambientes híbridos, no local e fora do local. Procure uma ingestão completa de dados, pela rede e opções de migração baseadas em aplicações.

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext, Arrow e IBM

TAGS

IBM Arrow

Recomendado pelos leitores

A nova revolução industrial
CLOUD

A nova revolução industrial

LER MAIS

Tech Data anuncia novo acordo com a AWS
CLOUD

Tech Data anuncia novo acordo com a AWS

LER MAIS

Use mais cloud. Por menos
CLOUD

Use mais cloud. Por menos

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 73 DEZEMBRO 2020

IT CHANNEL Nº 73 DEZEMBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.