Acácio Alves, Solution Architect Secure Power, Schneider Electric em 2021-12-20

CLOUD

Advertorial

Os Data Centers devem dar prioridade à sustentabilidade ambiental

Bob Dylan escreveu e cantou a famosa canção “The Times They Are A-Changin” – os tempos estão a mudar –, uma sensação que não poderia ser mais apropriada para a transformação radical que está a acontecer nos Data Centers em todo o mundo

Contudo, ao contrário do caráter “antissistema” deste sucesso musical dos anos 60, aquilo que testemunhamos hoje é que os líderes políticos, económicos, sociais e outros membros relevantes da nossa sociedade a aderirem à perspetiva atual em torno da sustentabilidade em Data Centers.

Falar sobre sustentabilidade ambiental

Tornar-se sustentável tem-se tornado um mantra, tanto para os países como para as empresas. Embora existam quatro tipos de sustentabilidade – humana, social, económica e ambiental –, refiro-me, neste artigo, apenas à ambiental. Sustentabilidade ambiental é agir de forma a assegurar que as gerações futuras terão acesso aos recursos naturais necessários para viverem de forma igual, se não melhor do que, as gerações atuais, de acordo com a Comissão Mundial das Nações Unidas (ONU) para o Ambiente e o Desenvolvimento. Um dos exemplos nesse sentido é limitar as emissões de gases de efeito de estufa para reduzir o aquecimento global, e diminuir o desperdício para que o mundo não fique sem recursos como água doce e terras férteis.

Não é segredo que o mundo depende muito da Cloud para a nova automação e a crescente digitalização. No entanto, a Cloud não diz respeito apenas a alguns Data Centers gigantes, é uma arquitetura com Data Centers de grande, média e pequena dimensão colocados no Edge, mais perto das pessoas. Muitos dos pequenos e médios Data Centers Edge estão em instalações de colocation que oferecem espaço, segurança, energia e sistemas de arrefecimento. Por outro lado, embora as operadoras de grandes Data Centers centralizados na Cloud tenham, há mais de uma década, definido metas para caminhar em direção às zero emissões nas suas instalações de hiper escala, estão agora focadas em assegurar que os seus Data Centers de colocation são, também eles, sustentáveis.

Acelerar os esforços de sustentabilidade

Não existe um modelo único sobre como os programas de sustentabilidade devem ser iniciados e levados a cabo, mas muitos fornecedores de Data Centers de colocation já começaram a acelerar os seus esforços de sustentabilidade com base nas exigências dos arrendatários. Também identificámos três outros principais incentivos para os fornecedores de serviços de colocation darem prioridade à sustentabilidade:

  1. Atrair investimento ESG
  2. Cumprir os regulamentos governamentais
  3. Aumentar o valor do negócio

Para além dos principais inquilinos, que exigem que as empresas de colocation se foquem em práticas sustentáveis, também os investidores, entidades reguladoras e operadoras incentivam essa conduta. A maioria dos investidores com responsabilidade social verifica se as empresas adotam critérios ESG (responsabilidade ambiental, social e corporativa) para decidir, se devem investir, o que motiva as empresas de colocation a querer qualificar-se de acordo com estes padrões. Para além disto, os governos de todo o mundo estão a estabelecer compromissos em relação às emissões de carbono, bem como a formalizar planos por setor – incluindo o setor dos Data Centers.

Novo white paper sobre como priorizar a sustentabilidade ambiental

Considerar a sustentabilidade ambiental uma componente essencial dos modelos de negócio pode melhorar a reputação das operadoras de colocation, reduzir o Custo Total de Propriedade (TCO, na sua sigla em inglês), melhorar a competitividade, contribuir para a retenção de talento e ampliar o valor da marca – o que, em última análise, aumenta também o valor da empresa.

No novo White Paper da Schneider Electric, “Four Key Drivers for Colocation Data Centers to Prioritize Environmental Sustainability”, discutimos em detalhe cada dos fatores que impulsiona a necessidade de tornar os Data Centers sustentáveis. Convido-vos a consultá-lo se sentem que os tempos estão a mudar e querem ficar a par da sustentabilidade em Data Centers. Para que possam, como diria Dylan, “(...) start swimming before you sink like a stone”.

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Schneider Electric

IT CHANNEL Nº 83 DEZEMBRO 2021

IT CHANNEL Nº 83 DEZEMBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.