2016-10-31

SOFTWARE

Pagamentos contactless a ganhar terreno em Portugal

O estudo da Mastercard, ”Innovation Payments Barometer”, revela que as compras online estão a fazer cada vez mais parte do dia-a-dia dos portugueses, que se mostram recetivos a pagaments contactless e à validação biométrica no lugar do PIN

Pagamentos contactless a ganhar terreno em Portugal

De acordo com o estudo, 50,7% dos inquiridos afirmam efetuar compras online todos os meses, sendo que o pagamento das mesmas é efetuado com recurso ao seu cartão bancário. Paralelamente, verifica-se ainda que os cartões bancários têm já uma penetração superior a 90% e que continuam a ser o meio de pagamento mais utilizado pelos portugueses.

A Mastercard revela ainda que  37% dos inquiridos referem ter desistido, nos últimos seis meses, pelo menos uma vez, da compra que estavam a fazer online, precisamente por causa do método de pagamento disponível na respetiva loja virtual. As desistências em compras online ficaram, ainda, a dever-se a fatores como custos elevados de entrega dos produtos (41%) ou aparente menor segurança da loja virtual onde estavam a comprar (45%).

Para Paulo Raposo, country manager da Mastercard em Portugal, “o estudo mostra que os portugueses estão a acompanhar a digitalização da economia e dos pagamentos, estão bem informados e recetivos a novas soluções de pagamento e reconhecem nestas soluções as vantagens da rapidez e da comodidade, enquanto drivers fundamentais para uma adesão gradual à sua utilização”.

Se a rapidez para concluir uma transação é importante nas compras online, ela é também muito relevante nos pagamentos em loja. Nesse sentido, a recente introdução da solução contactless, que permite pagamentos com cartão até 20 euros sem introdução do PIN, está a ganhar terreno em Portugal. O estudo da Mastercard indica que praticamente metade dos detentores destes cartões diz utilizar esta solução pela rapidez, conforto e segurança.

Assim, nota-se uma tendência de crescimento na utilização da solução contactless, com 1/3 dos inquiridos a afirmar ter usado este método, pelo menos uma vez, nos últimos três meses. Outro terço dos inquiridos referiu já ter tentado usar, mas ou o equipamento na loja não estava a funcionar (46,6%) ou não suportava esta tecnologia (37,9%).

Segundo este estudo, 27,9% dos portugueses afirmam já ter usado pelo menos um dos métodos de pagamento disponíveis através do telemóvel (incluem-se nestes métodos, por exemplo, o pagamento de estacionamento público, através de APPs).
 
A maioria dos portugueses tem um conhecimento generalizado sobre a panóplia de soluções eletrónicas de pagamento disponíveis no mercado e mostra-se disponível para experimentar as soluções mais inovadoras. Entre os fatores que contribuem para a adoção crescente destas inovações de pagamento está a garantia de segurança dada aos consumidores, nomeadamente com a introdução de métodos biométricos de validação, como a impressão digital ou reconhecimento da retina.

Concretamente em Portugal, mais de 40% dos inquiridos no estudo da Mastercard estão recetivos à validação biométrica do pagamento, em alternativa ao tradicional PIN. Destes, 65% dizem preferir a impressão digital, sobretudo por tornar o pagamento mais rápido.

No que respeita aos outros novos modelos de pagamento eletrónico, o estudo da Mastercard revela que os portugueses estão disponíveis para os utilizar e dizem mesmo (cerca de 50%) que as carteiras digitais são as que usariam com maior probabilidade.

Recomendado pelos leitores

Mais de metade das empresas vai comprar o seu software online até 2024
SOFTWARE

Mais de metade das empresas vai comprar o seu software online até 2024

LER MAIS

Salesforce anuncia novidades para potenciar personalização do retalho
SOFTWARE

Salesforce anuncia novidades para potenciar personalização do retalho

LER MAIS

Suporte ao Windows 7 e Windows 8 termina dia 10 de janeiro
SOFTWARE

Suporte ao Windows 7 e Windows 8 termina dia 10 de janeiro

LER MAIS

Programas de Canal 2023

Programas de Canal 2023

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.