2019-7-17

SERVIÇOS

Amesterdão não vai ser casa de mais data centers até 2020

A capital holandesa tem assistido a um boom no alojamento de data centers devido aos baixos impostos e reduzida fatura de eletricidade

Cerca de um terço de todos os data centers europeus estão alojados em Amesterdão ou na periferia e 70% dos data centers holandeses estão também na cidade.

A atração de empresas nacionais e internacionais por esta cidade surgiu devido aos incentivos de baixos impostos e fatura de eletricidade reduzida.

A pressão nas redes de energia elétrica e no setor imobiliário fez com que o governo local decidisse suspender todos os planos de construir novos data centers até ao final de 2019.

A ideia é fazer uma pausa e avaliar que políticas serão necessárias para que o alojamento de data centers possa ser feito de forma sustentável para a cidade. Também preocupações com o espaço e harmonia arquitetónica serão endereçadas durante este hiato.

O desenvolvimento sustentável tem estado nas prioridades dos proprietários dos centros de dados, diz a Associação de Data Centers da Holanda, e 80% da energia elétrica usada nestes espaços é renovável, mas ainda não é suficiente para resolver a pressão nas redes de energia elétrica.

Recomendado pelos leitores

Intel: clientes querem soluções, não apenas produtos
SERVIÇOS

Intel: clientes querem soluções, não apenas produtos

LER MAIS

Gestão de Sistemas de Informação em dois livros
SERVIÇOS

Gestão de Sistemas de Informação em dois livros

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.