Rui Damião em 2021-4-12

REDES & TELECOM

Colt capacita Parceiros a vender SD-WAN com investimento inicial reduzido

A Colt lançou um serviço de SD-WAN que permite aos Parceiros ter rapidamente acesso a uma solução madura, personalizável e disponível em todo o mundo sem a necessidade de procederem a investimentos iniciais e a grandes desenvolvimentos internos

Carlos Jesus, Country Manager da Colt Portugal e novo VP Global Service Delivery da Colt

A Colt tem vindo a desenvolver a sua oferta de SD-WAN para o mercado empresarial. Com o crescimento do mercado, a Colt procurou responder às sugestões dos integradores de sistema e Parceiros no sentido de possibilitar uma espécie de linha branca das suas soluções.

Em entrevista ao IT Channel, Carlos Jesus, Country Manager da Colt Portugal e novo VP Global Service Delivery da Colt, explica que um Parceiro ou integrador que ainda não tenha uma oferta de SD-WAN pode, com esta solução da Colt, ter um time-to-market menor e beneficiar de todas as funcionalidades que a Colt tem vindo a desenvolver desde 2016.

Investimento

Para os Parceiros e integradores, um dos grandes benefícios é o investimento menor em comparação com o desenvolvimento da solução se fosse de raiz. “A questão do investimento é muito importante, ou seja, vão ter um investimento mínimo, não têm que passar por todo o processo de desenvolvimento e investimento associado”, afirma Carlos Jesus, acrescentando que os Parceiros também não vão ter que ter o desenvolvimento interno, tanto do portfólio como das funcionalidades.

Outra componente importante é a personalização. O Parceiro ou integrador de sistema pode personalizar todos os aspetos visuais da solução, adicionar a sua imagem de marca. “Toda a experiência que podem dar através do portal também é totalmente seamless, é feito pelo Parceiro para ter o look-and-feel desejado para o seu cliente final. É como se fossem os Parceiros e integradores, efetivamente, a oferecer o serviço, mas com toda a parte de desenvolvimento da Colt”, diz.

Disponível em Portugal

A solução de ‘linha branca’ de SD-WAN da Colt já está disponível em Portugal. Ainda que a solução não tenha sido já implementada, já existiram conversas e “a recetividade é positiva”.

Dando como exemplo Parceiros da Colt, Carlos Jesus indica que “há empresas que já têm outras soluções de SD-WAN, mas têm interesse nesta solução da Colt porque é, basicamente, sem investimento; aumentam o seu portfólio e aumentam as suas possibilidades”.

Os Parceiros podem trabalhar com outras empresas, mas olham para a solução como uma mais-valia, porque, de repente, sem investimento adicional, sem ter que investir numa plataforma nova, sem ter que investir no desenvolvimento, sem ter que investir em todas as outras questões, podem aceder a um conjunto de funcionalidades diferentes. Quando chegam ao seu cliente final, aumentam as possibilidades de sucesso porque têm mais funcionalidades e mais selling points”, especifica o responsável pela operação da Colt em Portugal.

Para responder às constantes alterações nos requisitos de conectividade com que as empresas se debatem atualmente, a Colt reforçou recentemente o seu portfólio SD-WAN com a solução SD WAN 2.0, que inclui novas funcionalidades, entre as quais um conjunto de otimizações WAN, melhoramentos na firewall, níveis acrescidos de visibilidade da rede e a função self-install CPE opcional.

Conjugada com o alcance da IQ Network totalmente detida pela Colt – que liga mais de 900 centros de dados aos maiores hubs empresariais e de negócios a mais de 29 mil edifícios em todo o mundo – esta proposta alargada da Colt proporciona uma solução diferenciada, que pode ser rapidamente comercializada, dotada com uma elevada capacidade de aprovisionamento de serviços e com um funcionamento muito simples.

SD-WAN a crescer

As organizações – quer nacionais, quer internacionais – têm vindo a apostar cada vez mais nas soluções de SD-WAN por causa das suas funcionalidades melhoradas em relação a outras soluções do mercado.

Para além de melhorar a performance da rede, também permite melhorar a segurança, uma vez que, por norma, as soluções de SD WAN oferecem segurança integrada, diminuir a complexidade da rede e permitir uma melhor utilização dos serviços cloud.

Outro tema – sempre importante – é a questão do custo. Com as organizações a implementarem cada vez mais aplicações baseadas na cloud, a quantidade de dados que viaja entre locais aumenta exponencialmente. O SD-WAN permite reduzir este valor, uma vez que alavanca o acesso local à Internet, fornece acesso direto à cloud e reduz a quantidade de tráfego no backbone WAN.

Centros de desenvolvimento

Portugal conta já com três centros de desenvolvimento da Colt. O último a ser implementado no país foi, na verdade, uma surpresa para Carlos Jesus, uma vez que, na altura, não tinha sido previamente informado da abertura deste centro de desenvolvimento em Portugal.

Neste momento, a Colt está à procura de Software Developers e de Técnicos Especializados em Desenvolvimento para reforçar a capacidade dos sues três centros de desenvolvimento em Portugal e a sua oferta de SD-WAN, uma área estratégica e prioritária de inovação e desenvolvimento para a empresa.

Carlos Jesus indica que “a campanha de recrutamento que temos em curso visa reforçar a nossa capacidade global de desenvolvimento de soluções inovadoras nesta área, e na qual os nossos três centros de desenvolvimento em Portugal já ocupam uma posição muito relevante”. A previsão é acabar o ano com cerca de 120 pessoas espalhas pelos três centros em Portugal.

Recomendado pelos leitores

5G: A próxima revolução empresarial
REDES & TELECOM

5G: A próxima revolução empresarial

LER MAIS

WatchGuard otimiza rede Wi-Fi da Escola Profissional Val do Rio
REDES & TELECOM

WatchGuard otimiza rede Wi-Fi da Escola Profissional Val do Rio

LER MAIS

As Infraestruturas de Comunicação e as Empresas
REDES & TELECOM

As Infraestruturas de Comunicação e as Empresas

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 80 SETEMBRO 2021

IT CHANNEL Nº 80 SETEMBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.