Sérgio Azevedo, Managing Partner da Streamroad Consulting em 2022-6-29

OPINIÃO

Marketing & Vendas

Employer branding: atrair talentos e promover a sua empresa no processo

Employer Branding é a reputação que uma organização tem enquanto entidade empregadora e é um fator fundamental quando chega a hora de atrair, recrutar e reter talentos. Se o fizer bem feito, a imagem da sua empresa sai reforçada

Sérgio Azevedo, Managing Partner da Streamroad Consulting

Imagine isto: o seu negócio corre bem, não lhe faltam clientes, mas sente muitas dificuldades em contratar ou reter recursos especializados. Não tem dentro de casa as skills de que realmente precisa e, por causa disso, tem demasiada rotatividade na sua equipa e já sente dificuldade em entregar os projetos que lhe chegam às mãos. Este cenário é-lhe familiar? O “Employer Branding” pode ser a resposta.

O conceito, embora recente enquanto chavão, não é propriamente novo nem “rocket-science”. Trata-se simplesmente de construir ou desenvolver uma marca de um empregador, através de técnicas de marketing e comunicação, posicionando-o como uma empresa onde é desejável trabalhar.

Mas embora seja algo simples de entender na sua generalidade, há que saber aplicar esta estratégia, saber os passos a dar e conseguir, assim, gerar uma imagem positiva sobre a empresa.

A verdade é que o Employer branding assenta sobre um conjunto de estratégias e iniciativas que uma empresa usa – inspirando-se nas práticas do marketing tradicional – para mostrar todo valor da sua empresa ao mercado de trabalho.

Isto é feito através de diversos canais e – principalmente – da divulgação dos valores e políticas de recursos humanos da empresa. O objetivo é fortalecer a imagem da organização junto dos profissionais que procuram colocação no mercado, atraindo e mantendo os melhores talentos.

O que torna uma empresa “apetecível”

Quem gere os recursos humanos das empresas sabe que a perda recorrente de colaboradores aumenta os custos operacionais, além de gerar uma perceção negativa sobre a imagem da organização.

Aliás, de acordo com o último estudo “Employer Brand Research 2022” da Randstad, que inclui Portugal, os empregadores atuais são mais valorizados pela estabilidade do emprego a longo prazo, saúde financeira e boa reputação - fatores que se relacionam com a estabilidade da empresa.

Embora o salário e as regalias sejam o principal motor na escolha de um novo empregador, o mesmo estudo mostra que os fatores mais importantes não são financeiros: equilíbrio profissional-pessoal e um ambiente de trabalho agradável. Este último é de grande importância, pelo que pode ser utilizado para aumentar a atratividade do empregador no recrutamento de novos elementos. Ter uma boa reputação e saúde financeira - e saber comunicá-las - são fatores determinantes na avaliação do empregador.

O marketing digital como aliado

Além de ser um grande aliado para aumentar as vendas, o marketing digital também é indicado para fortalecer o Employer Branding de uma organização. Através de campanhas no Instagram Ads, por exemplo, é possível divulgar de forma ampla o quotidiano dos colaboradores, o que também funciona para aumentar a autoconfiança dos envolvidos.

Outra estratégia de sucesso é manter um blog atualizado com informações referentes à empresa. Nesta tática, é possível envolver tanto os colaboradores, que podem ser contribuidores para os conteúdos do blog, como o público em geral.

Divulgar depoimentos dos colaboradores é outra forma de promover a sua valorização. As pessoas gostam de ver seus esforços reconhecidos e repercutidos para além dos limites da empresa.

Ou seja, o marketing digital pode e deve ser utilizado como uma boa estratégia de Employer Branding para atrair novos talentos e manter a motivação dos colaboradores que já trabalham na empresa.

Destaco aqui, para além do que já referi, as táticas que podem ser aplicadas:

  • Mantenha as redes sociais da empresa sempre atualizadas e atrativas;
  • Mostre o dia a dia da empresa através de fotos e vídeos;
  • Partilhe a cultura organizacional na página de carreiras;
  • Crie um blog corporativo e permita que os colaboradores participem com os seus próprios conteúdos;
  • Divulgue depoimentos dos seus colaboradores.

Em resumo…

A grande importância de incluir o Employer Branding no dia a dia das empresas é diretamente proporcional ao aumento da competitividade do mercado na busca de talentos. Como estes profissionais se destacam dos demais, é exigido que as empresas ofereçam bons salários, tratamento humanizado, desafios interessantes, benefícios e muito mais.

As empresas que conseguem sustentar estes pilares são consideradas como as mais apetecíveis para trabalhar, e isso traz consigo diversas repercussões positivas. Os clientes gostam mais da organização, os colaboradores sentem-se melhor ao exercerem as suas funções e a atração e retenção de talentos é muito favorecida. No processo, o valor da sua “marca” sai reforçado.

Recomendado pelos leitores

Uma nova classe de eficiência operacional
OPINIÃO

Uma nova classe de eficiência operacional

LER MAIS

Armazenamento definido por software: uma tendência chave
OPINIÃO

Armazenamento definido por software: uma tendência chave

LER MAIS

Novas culturas de IT pós-covid
OPINIÃO

Novas culturas de IT pós-covid

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 89 JULHO 2022

IT CHANNEL Nº 89 JULHO 2022

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.