Camila Vidal em 2019-7-16

NEGÓCIOS

Análise

O ano da OKI em Portugal

O ano fiscal da OKI fechou em março. O IT Channel conversou com Tiago Caldas, Sales Director da OKI Iberia, para conhecer o balanço que a empresa faz do seu negócio em Portugal. O volume de negócios cresceu 12% no último ano

Tiago Caldas, Sales Director da OKI Iberia

Tiago Caldas refere que “os números estão em linha com o que tínhamos previsto, fechámos o ano com um crescimento de 12% em volume de negócio”. A análise refere-se ao período de um ano, com o fecho em março de 2019, altura em que a OKI terminou o seu ano fiscal.

O Sales Director refere que as vendas no segmento A3 SPF Cor foram as que mais contribuíram para o crescimento, dado o “estímulo importante dos segmentos verticais como o retalho e a hotelaria”.

Nas artes gráficas, a OKI assume-se líder “no mercado de transfers, com mais de 95% de quota de mercado” e refere que “foi um ano positivo também no que diz respeito aos consumíveis, já que se nota claramente uma inversão da tendência dos últimos anos relativamente à sua venda”. A justificação para isto, diz Tiago Caldas, é “o facto de os clientes estarem mais conscientes dos benefícios da utilização de consumíveis originais”, contando o investimento da OKI neste setor também para o sucesso.

Os Programas de Parceiros

A OKI tem cerca de 230 Parceiros em Portugal, no programa Shinrai, e divide-os pelas categorias Business, Premium e Executive Partners.

Tiago Caldas explica que “cada nível de Parceria é estabelecido partindo do modelo de negócio do revendedor e depende do seu grau de integração e compromisso com a OKI”. A partir deste ano há duas novas categorias de Parceiros: os Industry Print Partners e os Consumables Partners.

Estes programas e ‘crachás’ reforçam a necessidade de a empresa estar próxima dos Parceiros. O Sales Director é assertivo: “falar de OKI é falar de Canal. A OKI é uma marca 100% Canal e queremos manter- -nos fiéis ao nosso posicionamento”.

O portfólio da OKI cabe em vários setores, “desde o mercado de artes gráficas, tanto de produção ligeira como grande formato, até ao office e managed document solutions para organizações dos mais variados setores de atividade”. “Os Executive Partners, Business Partners e Premium Partners dedicam-se exclusivamente à comercialização de soluções office printing”, enquanto os Consumable Partners se dedicam “à promoção e venda de consumíveis originais OKI”. Já os Industry Print Partners comercializam produtos para Artes Gráficas, como impressoras de Grande Formato, Label Printers e equipamentos para Transfer e Light Production.

“Na OKI estamos felizes e orgulhosos com o nosso Canal fidelizado. Sendo uma marca focada 100% no Canal, todos os Parceiros que vejam a OKI como marca que lhes pode trazer mais-valias ao seu negócio - porque estamos seguros de que o fazemos - são bem-vindos”, assegura o Sales Director.

A estratégia de negócio

A empresa sofreu uma reestruturação global nos últimos anos. Em Portugal, Tiago Caldas prefere falar numa “transformação para tornar a empresa mais ágil e flexível”. A principal mudança, diz, foi a otimização de recursos no sul da Europa: “incentivos aos distribuidores, lançamentos de produtos e campanhas de marketing” estão entre as mudanças. “Desde 2018 temos vindo a investir fortemente em soluções específicas para mercados verticais como o retalho, a saúde e a hotelaria, uma estratégia que está a dar frutos e a gerar negócio em novos setores para os nossos parceiros e a impulsionar a sua rentabilidade”, reforça o responsável.

No que toca aos ‘produtos estrela’ da OKI, destaca- se “a Série C8 de impressoras A3 compactas”, “as soluções de toner branco e brilho”, “a nova versão da impressora de suportes de transferência Pro8432WT” e as “impressoras de etiquetas Pro Series, OKI Pro1040 e Pro1050, que estão a provocar elevado impacto no mercado”, refere Tiago Caldas.

Em 2019, a perspetiva é que o volume de negócios cresça em 20%, “com base em áreas estratégicas de office print e foco nos mercados verticais, mas também nos segmentos especializados de Industry Print”. O porta-voz da OKI Iberia sublinha que o nível de especialização dos Parceiros, cada vez maior, contribui para se apontar para o objetivo dos 20% de crescimento.

“Continuamos igualmente a desenvolver um plano ambicioso para o Canal de Artes Gráficas com os ingredientes necessários para que 2019 seja um ano muito positivo para estes Parceiros”, diz Caldas, deixando a promessa de os projetos da OKI não estagnarem em 2019 e “soluções inovadoras” continuarem a ser lançadas no mercado.

Recomendado pelos leitores

Tech Data Portugal tem novo Country Manager
NEGÓCIOS

Tech Data Portugal tem novo Country Manager

LER MAIS

Dell Technologies: os resultados do país “que afinal não é assim tão pequeno”
NEGÓCIOS

Dell Technologies: os resultados do país “que afinal não é assim tão pequeno”

LER MAIS

Ricoh adquire empresa para ampliar portfólio de serviços IT
NEGÓCIOS

Ricoh adquire empresa para ampliar portfólio de serviços IT

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

IT CHANNEL Nº 59 JULHO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.