2022-2-26

NEGÓCIOS

Microsoft apresenta proteção multicloud para as três principais plataformas

A Microsoft continua a apostar na proteção em diversos sistemas de cloud e alargou as capacidades nativas do Microsoft Defender for Cloud para a Google Cloud Platform (GCP)

Em tempos de mudança, as plataformas cloud, mobile e edge têm impulsionado uma adaptação e resiliência sem precedentes no mundo empresarial. Sendo que a segurança é o desafio e a oportunidade dos tempos atuais, a Microsoft anuncia novas funcionalidades na multicloud que se destinam a proteger as bases do trabalho híbrido e da transformação digital.

De acordo com o Flexera 2021 State of the Cloud Report, 78% dos inquiridos estão a usar um modelo híbrido na cloud, o que significa que dependem de apps e infraestruturas de vários fornecedores. Outra pesquisa recente da Microsoft mostra que 83% dos líderes empresariais veem a gestão da complexidade multicloud como o seu maior desafio em 2022.

Para que as organizações abracem totalmente as estratégias multicloud, é fundamental que as suas soluções de segurança reduzam a complexidade. Posto isto, a Microsoft deu mais um passo na proteção em diversos sistemas de cloud, alargando as capacidades nativas do Microsoft Defender for Cloud para a Google Cloud Platform (GCP), tornando-se no único fornecedor de cloud com proteção multicloud nativa para as três principais plataformas do setor.

 

Reforçar Zero Trust com a segurança de identidade da CloudKnox

Os fundamentos de segurança e conformidade são essenciais para as organizações, e a identidade em multicloud, o número de plataformas, dispositivos, utilizadores, serviços e locais multiplica-se exponencialmente. Nesse sentido, a CloudKnox Security visa acelerar a capacidade de gerir permissões nos seus ambientes multicloud e fortalecer as suas posições de segurança Zero Trust.

Para garantir a proteção dessas identidades e permissões, a Microsoft anuncia a CloudKnox Permiss Management que proporciona uma visibilidade completa de todas as identidades, utilizadores e workloads na cloud, com funcionalidades automatizadas que impõem acessos privilegiados mínimos e utilizam a monitorização contínua feita por máquinas para detetar atividades suspeitas.


Reinventar a economia dos dados SIEM 

A Microsoft anunciou ainda que está a trabalhar para reinventar a economia dos dados de informação de segurança e gestão de eventos (SIEM) e reforça o serviço Microsoft Sentinel, com novas formas de aceder e analisar dados de segurança. 

Uma das atualizações é a introdução de registos básicos, que permite à Microsoft Sentinel analisar um elevado volume de dados e encontrar o nível de gravidade, ameaças de baixa visibilidade e uma nova capacidade de armazenamento de dados para aumentar a retenção, além da extensão de prazo da política atual de dois para sete anos para suportar as necessidades globais de conformidade de dados.

Além disso, a Microsoft está também a adicionar uma nova experiência de pesquisa para capacitar os analistas de segurança para pesquisas rápidas de grandes volumes de dados de segurança de todos os registos, análises e ficheiros para detetar ameaças.

 

Mais visibilidade e controlo através da Identidade, Compliance – e agora Pagamentos

Na perspetiva da Microsoft, é fundamental oferecer soluções abrangentes que organizem a identidade, a segurança, a conformidade e a gestão de dispositivos como um todo, ao mesmo tempo que alargam a proteção através de dados, dispositivos, identidades, plataformas e clouds. A Microsoft anuncia algumas atualizações do seu portfolio:

Proteção de identidades de workload com o Azure Ative Directory (AAD). Salvaguardar identidades de workload, à medida que os clientes movem mais workload para a cloud e desenvolvem aplicações mais cloud-native. Agora, a proteção de identidade também pode ser aplicada às identidades de workload.

Conformidade e aplicação de política para dispositivos Android e macOS: O Microsoft Endpoint Manager tem três novas funcionalidades e as equipas de TI podem agora definir uma política de conformidade com dispositivos personalizados, aplicar requisitos de lançamento condicional através do Azure Active Directory, e exigir uma biometria forte para verificar explicitamente a identidade de um dispositivo. 

Processo de pagamento seguro com Azure. O novo serviço Azure Payment HSM, em pré-visualização pública, vai processar de forma segura os pagamentos na cloud, que garante os mais altos níveis de proteção para chaves criptográficas e PINs do cliente para transações de pagamento seguras.

ARTIGOS RELACIONADOS

Unidade de negócio de Azure da Microsoft Portugal tem nova diretora
NEGÓCIOS

Unidade de negócio de Azure da Microsoft Portugal tem nova diretora

LER MAIS

Microsoft nota balanço positivo na transição digital de Portugal
NEGÓCIOS

Microsoft nota balanço positivo na transição digital de Portugal

LER MAIS

Microsoft Portugal anuncia novo Diretor-Geral
NEGÓCIOS

Microsoft Portugal anuncia novo Diretor-Geral

LER MAIS

Recomendado pelos leitores

Primavera revela os Parceiros do ano
NEGÓCIOS

Primavera revela os Parceiros do ano

LER MAIS

Microsoft anuncia Parceiros do ano do mercado português
NEGÓCIOS

Microsoft anuncia Parceiros do ano do mercado português

LER MAIS

SAP adquire empresa de pesquisa e análise de dados
NEGÓCIOS

SAP adquire empresa de pesquisa e análise de dados

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 89 JULHO 2022

IT CHANNEL Nº 89 JULHO 2022

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.