2019-2-25

NEGÓCIOS

Mercado português das TIC vai superar os oito mil milhões de euros em 2019

A IDC prevê que este ano o mercado português das TIC cresça 2,2%, atingindo valores na ordem dos 8.240 milhões de euros

As tecnologias da terceira plataforma e os aceleradores de inovação irão ter, segundo a IDC, um forte crescimento até 2022, quando se estima que irão representar uma oportunidade superior a 5 mil milhões de euros, com as áreas de negócio a ultrapassarem os departamentos de tecnologias de informação como principais responsáveis pelo investimento realizado. 

A transformação digital está na ordem do dia para 71% dos decisores nacionais, que irão aumentar o investimento na área, com o foco na inovação de produtos e serviços, envolvimento e fidelização de clientes, crescimento de receitas e inovação em processos de negócio.

O estudo “Visão 360° do Mercado TIC e Digital em Portugal - Quotas de Mercado, Dimensão do Mercado e Previsões 2018 – 2020”, da IDC, concluiu que em Portugal o mercado de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) irá ascender a 8.240 milhões de euros em 2019, um crescimento de 2,2% face a 2018. Até 2022, a IDC estima ainda que este mercado atinja os 8.586 milhões de euros, o que corresponde a uma taxa anual de crescimento composta de 1,5% no período 2017-2022. 

Os gastos de todas as categorias principais do mercado de TIC também irão crescer no período 2017-2022, com destaque para a maturidade atingida pelos Serviços de Comunicações, com um crescimento de apenas 0,5%, e para o crescimento de 5% do mercado de Software. 

Em termos tecnológicos, o estudo aponta para uma uma oportunidade superior a 5.000 milhões de euros em 2022 nos mercados das tecnologias de Terceira Plataforma e dos Aceleradores de Inovação, altura em que estes representarão quase dois terços de todo o mercado de TIC, com especial destaque para o crescimento dos mercados de cloud, IoT, Big Data e cibersegurança, os quais registarão taxas anuais de crescimento compostas acima dos 7% no período 2017-2022. 

Em função do crescente foco das organizações na Transformação Digital, a IDC estima que os gastos em TIC serão cada vez mais financiados pelas áreas de negócio e, em 2022, a despesa TIC financiada pela área de negócio ultrapassará a financiada pelos departamentos de TI. De entre as funções de suporte ao negócio, as áreas de maior investimento serão: Operações específicas do negócio (35% do mercado), Serviço ao Cliente (13%), Marketing e Vendas (13%), Finanças e Contabilidade (9%), Cadeia de Abastecimento (9%) e Recursos Humanos (8%). As com maior crescimento serão: Marketing, Cadeia de Abastecimento e Segurança e Risco, todas elas com taxas de crescimento anuais compostas superiores a 5% no período de 2017-2022. 

Recomendado pelos leitores

IBM Portugal premeia Parceiros do ano
NEGÓCIOS

IBM Portugal premeia Parceiros do ano

LER MAIS

Fujitsu passa de
NEGÓCIOS

Fujitsu passa de "Visionária" a "Líder"

LER MAIS

Sanções à Huawei suspensas por 90 dias
NEGÓCIOS

Sanções à Huawei suspensas por 90 dias

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 57 MAIO 2019

IT CHANNEL Nº 57 MAIO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.