2021-10-23

NEGÓCIOS

Fornecedores de telecomunicações 5G enfrentam desafios de monetização

Um novo estudo indica que 73% dos CSP planeiam lançar redes 5G até 2022, mas 94% enfrentam desafios com os sistemas de cobrança existentes

Fornecedores de telecomunicações 5G enfrentam desafios de monetização

"Os Communications Service Providers (CSP) estão a fazer investimentos significativos nas suas redes 5G e precisam de ser capazes de rentabilizar rapidamente e de forma eficaz novos serviços para obter um retorno, bem como corresponder às expectativas dos clientes", disse Jason Rutherford, vice-presidente sénior e diretor geral da Oracle Communications, que num novo relatório indica que, enquanto 73% dos CSP planeiam lançar redes 5G até 2022 – desde banda larga móvel melhorada a casas inteligentes, jogos e entretenimento –, mas 94% enfrentam desafios com os sistemas de cobrança existentes. 

À medida que os CSP procuram aumentar a monetização dos serviços, desde o streaming de conteúdos de vídeo, ao eHealth e jogos virtuais, preocupam-se com o facto de os seus sistemas de carregamento desatualizados saudarem a experiência, o desempenho e a capacidade de trazer rapidamente novas ofertas ao mercado. "O inquérito mostra que os CSP reconhecem que precisam de repensar os sistemas de cobrança atuais para capitalizar plenamente o potencial de receita do 5G”, continua Rutherford. 

Cerca de 38% dos CSP inquiridos notaram que os principais desafios que hoje enfrentam no sistema de cobrança dizem respeito ao custo de gestão dos sistemas existentes e ao longo do tempo para comercializar as novas ofertas (34%). Adicionalmente, sentem-se mal equipados para atender às necessidades de desempenho e rentabilização do 5G e preocupam-se com a forma como a tecnologia desatualizada vai afetar a experiência do cliente. 

Além disso, o estudo concluiu que os CSP esperam rentabilizar o 5G de forma diferente, utilizando uma média de três alavancas de preços, como segurança de dados, latência e eficiência energética. Como apoio, 86% planeia atualizar os sistemas de recolha nos próximos 18 meses. "Os CSP percebem a necessidade de sistemas de cobrança escaláveis e convergentes que lhes permitam rentabilizar qualquer modelo de negócio e complexas alavancas de preços 5G", completa Jason Rutherford.

ARTIGOS RELACIONADOS

5G: A próxima revolução empresarial
REDES

5G: A próxima revolução empresarial

LER MAIS

Metade das vendas de smartphones em 2025 serão dispositivos 5G
NEGÓCIOS

Metade das vendas de smartphones em 2025 serão dispositivos 5G

LER MAIS

Microserviços, 5G, automatização e API serão as principais tendências para 2021
SERVIÇOS

Microserviços, 5G, automatização e API serão as principais tendências para 2021

LER MAIS

Recomendado pelos leitores

Suprides é agora associada da ASEMINFOR
NEGÓCIOS

Suprides é agora associada da ASEMINFOR

LER MAIS

IBM lança Programa IBM Partner Plus
NEGÓCIOS

IBM lança Programa IBM Partner Plus

LER MAIS

PCDiga posiciona-se no mercado com hardware e computing para todos os gostos
NEGÓCIOS

PCDiga posiciona-se no mercado com hardware e computing para todos os gostos

LER MAIS

Programas de Canal 2023

Programas de Canal 2023

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.