Rui Damião em 2019-8-02

HARDWARE

Análise

Mercado português recebe novidades da Sharp

A Sharp apresentou em Portugal algumas das suas novidades para o mercado, onde se inclui uma nova solução de colaboração para as empresas e uma nova multifuncional A3

Há três anos, a Foxconn adquiriu a Sharp por 3,5 mil milhões de dólares. Desde então, muito tem mudado na empresa japonesa. Desde esta aquisição que a saúde financeira da Sharp tem vindo a melhorar substancialmente.

No final de junho, a empresa japonesa, através da Multimac, realizou um evento em Lisboa para apresentar algumas das suas novidades, onde se incluem o Windows Collaboration Display e uma nova multifuncional A3.

Windows Collaboration Display

Durante o ISE, a Sharp e a Microsoft anunciaram o Windows Collaboration Display, a “próxima geração de ecrãs interativos para suportar e melhorar o trabalho em equipa”.

Este ecrã 4K de 70 polegadas conta com um sensor IoT para ajudar a monitorizar vários parâmetros da sala onde está colocado, como qualidade do ar, temperatura, humidade ou o movimento registado, para que seja possível perceber à distância se a sala está, ou não, a ser utilizada. Com estes dados, as organizações poderão melhorar a gestão de sistemas de aquecimento e reserva de salas de reunião com base na sua verdadeira utilização.

As várias funcionalidades fazem parte da visão das empresas de levar o poder da cloud para o local de trabalho, utilizando uma combinação de ferramentas de inteligência artificial, IoT e produtividade com o objetivo de “criar um ambiente mais produtivo e colaborativo”.

O Windows Collaboration Display é uma ideia da Microsoft que foi colocada em prática pela Sharp. O ecrã colaborativo foi projetado para trabalhar com as ferramentas familiares da Microsoft que grande parte das organizações já utilizam, como o Office 365 e Microsoft Teams.

Este ecrã de 70 polegadas oferece, também, uma experiência colaborativa avançada com a caneta (e experiência) Pen-On-Paper da Sharp, que dá ao utilizador a sensação de escrita instantânea e precisa, perto da utilização de uma caneta real em papel de escrita.

O ecrã conta, ainda, com 30 pontos de toque em simultâneo e a caneta tem quatro botões para ajudar a criar a experiência de toque intuitiva.

Os utilizadores podem ligar o seu computador ao ecrã através do tradicional Wi-Fi, ou através do mais simples cabo USB-C; o Windows Collaboration Display da Sharp traz, de origem, um cabo USB-C de seis metros.

O Windows Collaboration Display vai estar disponível em Portugal a partir de agosto. O preço para os distribuidores é de seis mil euros, enquanto o preço de venda recomendado é de 7.750 euros.

Nova multifuncional A3

A Sharp aproveitou o evento para apresentar as suas multifuncionais. O destaque vai para a BP-20C20, que chega agora a Portugal.

Este dispositivo permite tirar cópias, imprimir e digitalizar tanto em A3 como em A4. Conta ainda com a opção de Fax.

Com este produto, a Sharp tem como objetivo enfatizar o posicionamento dos seus produtos. O multifuncional BP-20C20 não é uma evolução, mas um novo produto, com uma velocidade de digitalização eficiente e uma aceitação generosa do peso do papel, contando, também, com muitas opções disponíveis em complementos.

As configurações e opções estão disponíveis através de toques rapidamente disponíveis. Esta multifuncional excede o nível habitual de funcionalidade dos sistemas de impressão A4 e incorpora um processador rápido que liberta as impressões imediatamente e se torna num assistente inteligente para o serviço da atividade do utilizador.

XopVision

A Multimac tem uma marca própria: a XopVision. Esta é uma ferramenta de comunicação que utiliza televisões, monitores, smartphones ou tablets, estrategicamente localizados em locais privados ou públicos, com o objetivo principal de transmitir mensagens publicitárias e informativas.

Esta nova forma de comunicação permite que os consumidores reconheçam a marca, mostrando os seus produtos, preços mais competitivos, campanhas, promoções e eventos.

Paulo Antunes, Country Manager da Multimac, explica que, “em 2014, quando apostámos com o XopVision, começámos em Android. Entretanto, todos os fabricantes estão a colocar Android dentro dos próprios monitores”. Deste modo, e através do XopVision, os utilizadores podem controlar todos os aspetos dos monitores.

Atualmente, a Multimac é fornecedora da Sharp com o XopVision. O produto incorpora quatro componentes diferentes: digital signage, gestão de filas, ementas digitais e cartas de vinhos.

Paulo Antunes prevê que o XopVision venha a representar 25% da faturação da Multimac nos próximos cinco anos.

Recomendado pelos leitores

Adeus Intel
HARDWARE

Adeus Intel

LER MAIS

Fujitsu apresenta nova geração de computadores e workstations
HARDWARE

Fujitsu apresenta nova geração de computadores e workstations

LER MAIS

Lenovo lança novas workstations da série ThinkPad P
HARDWARE

Lenovo lança novas workstations da série ThinkPad P

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 68 JUNHO 2020

IT CHANNEL Nº 68 JUNHO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.