2019-12-12

HARDWARE

Advertorial

Disponibilidade a toda a prova com iPDUs Legrand

A transformação digital tornou a alta disponibilidade imperativa para a continuidade de negócios. Os PDU inteligentes Legrand permitem monitorizar e controlar em detalhe a distribuição elétrica nos data centers de forma a garantir a fiabilidade e robustez dos recursos digitais da empresa

Para cada vez mais empresas, a alta disponibilidade não é negociável, o downtime equivale a custos diretos e reputacionais avultados. 

Para prevenir falhas e downtimes dispendiosos, a sobredimensionação dos recursos de energia e arrefecimento nos data centers é muitas vezes a primeira medida de segurança tomada. É, no entanto, altamente dispendiosa, aumentando em muito o OpEx. 

Assim, as empresas deparam-se com um dilema: perdas de disponibilidade comportam custos financeiros significativos, mas a salvaguarda da disponibilidade tem um enorme custo operacional. Este é um equilíbrio que, para os recursos financeiros da maioria das empresas, comporta sempre uma margem de ineficiência. 

Para minimizar esta margem é então preciso conseguir uma gestão eficiente e precisa da distribuição elétrica nos ambientes de computação. 

 

Monitorização 

O primeiro passo para a otimização da eficiência de um data center é a monitorização do consumo energético. A capacidade de antecipar e prevenir sobrecargas de forma fiável dispensa a necessidade de sobredimensionar os recursos, permitindo uma maior disponibilidade sem um acréscimo proporcional dos custos energéticos. Ao conhecer em detalhe o consumo de cada servidor em cada bastidor durante um período alargado de tempo, é possível conhecer exatamente os padrões de consumo de todo o data center, podendo assim alocar apenas a potência necessária e otimizada. 

Assim, os PDU inteligentes Legrand que permitem monitorizar, medir e controlar a distribuição elétrica de forma a maximizar a eficiência de grandes data centers, permitindo ir ao encontro das necessidades de alta disponibilidade das empresas com otimização de despesas. 

Os iPDU Legrand permitem medir de forma precisa e fiável (com uma tolerância de aproximadamente 1%) o input dos PDU para uma monitorização constante da capacidade disponível e prevenção de sobrecargas e falhas. Esta monitorização pode ser feita a nível de todo o PDU, a nível da tomada individual ou de grupos de tomadas (correspondentes, por exemplo, a servidores dedicados ao mesmo propósito), permitindo assim monitorizar o consumo granularmente. 

Para além disto, permitem aos profissionais de IT e gestores de infraestruturas monitorizar e controlar a distribuição elétrica tanto localmente como remotamente, de forma centralizada. Ao agregar e controlar todos os equipamentos numa única plataforma online, a equipa de IT passa a dispor de toda a informação crítica à primeira vista, no mesmo dashboard, para que possa monitorizar o funcionamento, estado e consumo energético de cada PDU em tempo real. 

Do lado do data center, estas medições são também fornecidas localmente nos controladores integrados dos PDU, que permitem aos técnicos visualizar aqueles que tenham excedido ou estejam perto de exceder o limite de corrente consumida e agir de acordo. 

 

Controlo e switching 

Com funcionalidades de switching integradas, os iPDU Legrand podem ser usados para controlar remotamente a distribuição e consumo elétrico dentro do data center – a nível do gabinete, do PDU ou de cada tomada em si, quer diretamente quer através de configurações programáveis. 

Por um lado, isto oferece aos profissionais de IT a capacidade de controlar remotamente os equipamentos de computação: por exemplo, configurar a ordem de reiniciação dos equipamentos em caso de blackout – minimizando o downtime associado à recuperação de falhas – ou como fazer remotamente o reboot de servidores bloqueados. 

Esta gestão inclui reiniciar servidores bloqueados, desligar equipamentos menos críticos em bastidores com risco de sobrecarga até ao problema ser resolvido, e programar ciclos de atividade para que equipamentos não relacionados com a produção possam ser automaticamente desligados fora das horas de atividade da organização, poupando energia. 

Assim, as equipas de IT podem gerir remotamente o data center e maximizar a sua disponibilidade. 

 

Controlo ambiental e planeamento 

Os iPDU Legrand dispõem também de uma entrada RJ45 para conectar sensores ambientais da série SmartSensor da sua marca Raritan, permitindo monitorizar em detalhe a humidade e temperatura dentro de cada gabinete para gestão do uso do espaço e distribuição dos equipamentos. 

Deste modo, ao detetar pontos frios é possível diminuir a refrigeração nesses bastidores, poupando energia sem comprometer a poupança do equipamento, e ao identificar pontos quentes sabemos que é necessário aumentar a refrigeração desse bastidor, ou mudar a configuração dos bastidores. 

Permite também, semelhantemente à gestão de sobrecargas, estabelecer limites máximos de temperatura acima dos quais é desencadeada uma medida programada. 

Para ambientes com uma grande densidade de equipamentos, larga escala e criticidade de operações, os PDU inteligentes Legrand apresentam-se como solução ideal, não só para a distribuição elétrica, como também para a gestão do espaço e dos equipamentos, permitindo otimizar ao máximo a eficiência e fiabilidade dos recursos de computação ao longo do tempo, assegurando uma continuidade de negócio robusta.

 

Advertorial co-produzido pela MediaNext para a Legrand.

Recomendado pelos leitores

Mercado europeu de equipamentos de impressão em crescimento
HARDWARE

Mercado europeu de equipamentos de impressão em crescimento

LER MAIS

OKI Europe lança impressora A4 a cores mais pequena do mundo
HARDWARE

OKI Europe lança impressora A4 a cores mais pequena do mundo

LER MAIS

HP apresenta novos equipamentos pensados para o cloud
HARDWARE

HP apresenta novos equipamentos pensados para o cloud

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 72 NOVEMBRO 2020

IT CHANNEL Nº 72 NOVEMBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.