2014-6-03

EVENTOS

São Francisco

WWDC14 - Apple apresenta iOS 8 e OS X Yosemite

Abriu em São Francisco o maior evento mundial da Apple, o Worldwide Developers Conference (WWDC) 2014 com vários anúncios importantes, como o lançamento dos novos sistemas operativos iOS 8 e OS X Yosemite, num caminho estratégico de aproximação e ainda maior integração dos iPhones e iPads com os computadores Mac.

Tim Cook, CIO da Apple, apresentou uma estratégia de integração entre o computador pessoal e os dispositivos móveis

A Apple acaba de apresentar em simultâneo os novos sistemas operativos para Mac e para os dispositivos móveis (iPhone+iPad+iPod), o iOS 8 e OS X Yosemite , ambos disponíveis no próximo Outono. Numa estratégia de ainda maior integração entre o computador pessoal e os dispositivos móveis, a Apple assume claramente que quer os milhões de iPhones e iPads como drive de vendas de novos Macs.

A generalidade dos utilizadores dos dispositivos móveis Apple não tem uma consciência clara que o total aproveitamento dos seus dispositivos só é atingido se usar um Mac e não um PC/Windows, mas a Apple quer deixar isso mais claro com estes dois novos OS e deixar milhões de utilizadores a perguntar como usar determinada funcionalidade do iPhone ou do iPad , que na verdade só vai funcionar se trocar o seu PC por um Mac.

Esta estratégia é diferente daquela com a qual Steve Jobs lançou o iPod e subsequentes dispositivos móveis Apple - a separação das águas e o suporte das aplicações Apple em Windows, como o iTunes ou o Quicktime. Nunca a iTunes Store se teria afirmado e transformado a indústria discográfica se a base de implementação fosse apenas os clientes de Mac.

Talvez agora tenha chegado o momento de jogar essa cartada, pelo menos é o que Tim Cook , CIO da Apple, deixa entender na sua apresentação de Kick-Off do Worldwide Developers Conference (WWDC) 2014.
Com uma base instalada de Computadores e iPads muito superior ao que Steve Jobs dispunha e que fazem da Apple neste momento o maior fabricante mundial de computadores pessoais (dados da Canalys referentes ao Q1) a Apple apresenta uma integração de sistemas operativos com algumas Killer Apps:

Continuidade

Os dispositivos Apple passam a permitir de forma automática que se utilize simultaneamente vários dispositivos para executar uma tarefa, como escrever um e-mail ou preencher uma folha de cálculo; o utilizador pode começar num dispositivo e terminar noutro sem que isso envolva uma acção por parte do utilizador. Na verdade, a Cloud da Apple já há muito tempo sincronizava automaticamente músicas, fotos e ficheiros Works (o Office da Apple), sem intervenção do utilizador, mas eram ficheiros terminados, guardados e arquivados, não ficheiros em plena edição.

SMS e Telefone em qualquer dispositivo Apple

Esta funcionalidade estava já parcialmente disponível entre utilizadores Apple, mas os novos sistemas operativos vão permitir fazer ou receber chamadas para utilizadores fora da Apple Cloud, enviar e receber mensagens escritas ou com imagens e filmes, assim com vídeoconferência a partir de qualquer dispositivo, incluindo o Mac, sem que o utilizador se preocupe em escolher uma aplicação ou uma rede. A integração dos dispositivos fará como que automaticamente sejam escolhidos quais os que estão conectados a redes públicas ou privadas e com que sejam escolhidos como "modem", para possibilitar a comunicação que até pode ser híbrida, ou seja, usar mais que um dispositivo de conexão. Esta evolução do iMassanger vai tornar a App num Whatsapp sofisticado.

iCloud Drive

Sendo aparentemente semelhante a outros serviços como a Dropbox, a iCoud Drive é uma evolução do actual sistema iCoud da Apple que estava limitado às apps do fabricante, e abre agora para qualquer tipo de arquivo onde se trabalhe.

Caminhos a seguir

O WWDC14 não é o momento para a Apple revelar novos dispositivos, é sim o momento para o gigante de Cupertino definir caminhos a seguir pela sua legião de Developers.
Duas pistas claras foram deixadas que podem dar origem a futuros dispositivos: Saúde e Automação Doméstica.

Na área da Saúde foram apresentadas duas componentes do novo iOS 8: o HealthKit, que trabalha com hardware third-party de fabricantes especializados; e o Health para utilização pessoal, que é capaz de cruzar dados introduzidos pelo utilizador e produzir "alertas" em caso de risco, contactando directamente o hospital ou médico assistente que for parametrizado. É em parte por esta aplicação que a especulação sobre o Apple iWatch volta a crescer, porque facilmente ele poderia ser o "input" para dados como o ritmo cardíaco, conductividade da pele ou o consumo calórico estimado, além de todas as outras funções que um equipamento de pulso hoje pode fazer.

Outra área anunciada e pouco aprofundada ainda neste primeiro dia está relacionada com o HomeKit, que certamente é mais que um "telecomando" universal a partir do iPhone.
Será neste caso necessário esperar para conhecer detalhes desta aplicação.

A actual Apple parece caminhar no sentido de abrir a parcerias ao incorporar tecnologias das quais não é detentora de patentes próprias, como seja o novo sistema Touch ID fingerprint, para o reconhecimento de impressões digitais como forma de login nos dispositivos iOS 8.

Quanto às novidade sempre mais esperadas da Apple, novo Hardware, os anúncios já estão prometidos para depois do verão.

Recomendado pelos leitores

Schneider Electric distingue Parceiros no IT Partners Awards Lisboa 2022
EVENTOS

Schneider Electric distingue Parceiros no IT Partners Awards Lisboa 2022

LER MAIS

Ingecom realiza ‘encontros rápidos’ entre Parceiros e fabricantes
EVENTOS

Ingecom realiza ‘encontros rápidos’ entre Parceiros e fabricantes

LER MAIS

ActiveSys reúne Parceiros e clientes em percurso pelo Douro vinhateiro
EVENTOS

ActiveSys reúne Parceiros e clientes em percurso pelo Douro vinhateiro

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 87 maio 2022

IT CHANNEL Nº 87 maio 2022

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.