2018-8-29

CLOUD

Três razões para usar uma infraestrutura scale-out, segundo a Commvault

São três as vantagens principais de usar uma infraestrutura scale-out para construir uma plataforma de gestão de dados unificada e moderna que consiga oferecer as mesmas caraterísticas que a cloud mas para ambientes de centros de dados locais

O objetivo de qualquer empresa é encontrar novas formas de obter maior eficiência, agilidade e opções de escala para os seus centros de dados, tanto no que se refere às suas workloads primárias como às secundárias. Migrar para a cloud é a solução de hoje para as workloads primárias, mas o que acontece com as secundárias e com o armazenamento, que também poderiam beneficiar destes objetivos?

Hoje em dia existem opções que permitem obter valor também das workloads e armazenamento secundários, e que também permitem aceder e modificar os dados tanto em on-premise como na cloud. Trata-se das infraestruturas scale-out, que permitem construir uma plataforma de gestão de dados unificada e moderna, capaz de oferecer as mesmas características que a cloud mas para ambientes de centros de dados locais.

Estas são, segundo a Commvault, as três vantagens principais de uma infraestrutura scale-out:

 

Menores custos de infraestrutura

As infraestruturas tradicionais de proteção de dados à escala não só se compõem de múltiplas camadas de hardware, como também requerem que muitas organizações instalem produtos pontuais para proteger o armazenamento e as workloads de aplicações específicas. O resultado é uma infraestrutura complexa que não permite escalar, requere atualizações frequentes, ou que leva a custos incomportáveis e imprevisíveis. A tecnologia scale-out pode eliminar múltiplas camadas e substituí-las por uma única solução que pode admitir todas as aplicações, em ambientes on-premise e na cloud. O uso de uma abordagem unificada de proteção de dados numa infraestrutura scale-out pode eliminar estes problemas.

 

Maior capacidade de recuperação e disponibilidade

Aeliminação de múltiplas camadas de infraestrutura de hardware e software pode minimizar o risco de inatividade, melhorar a disponibilidade dos dados e limitar os possíveis pontos de falha. A infraestrutura scale-out utiliza codificação de eliminação para garantir que os dados estão disponíveis, mesmo no caso de acontecerem falhas graves em unidades ou nós. Para as implementações de disaster recovery, muitas soluções de proteção de dados numa infraestrutura scale-out admitirão clusters geodispersos para que os dados estejam disponíveis quando e onde são necessários de forma consistente.

 

Soluções de autosserviço

A proteção de dados pode ser entediante, complexa e requerer uma grande quantidade de recursos que poderiam ser usados para projetos mais estratégicos. As infraestruturas scale-out que utilizam uma plataforma unificada de proteção de dados podem automatizar e organizar tarefas complexas, o que permite uma maior eficiência e minimiza o risco de erros humanos. Uma plataforma unificada também pode organizar a automatização do fluxo de trabalho de maneira que as operações repetitivas ou que consumem muito tempo se possam simplificar em processos integrais e eficientes.

As infraestruturas scale-out oferecem novas formas de as organizações protegerem, acederem e usarem os seus dados com maior eficiência, fiabilidade e disponibilidade, independentemente de onde residam os dados.

Recomendado pelos leitores

Fujitsu reforça oferta de cloud com PRIMEFLEX for Microsoft Azure Stack
CLOUD

Fujitsu reforça oferta de cloud com PRIMEFLEX for Microsoft Azure Stack

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 52 Novembro 2018

IT CHANNEL Nº 52 Novembro 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.