2022-4-26

SEGURANÇA

Advertorial

Segurança: o poder da unificação

A eficácia de um leque de soluções de segurança não relacionadas entre si está em declínio pela sua falta de eficácia, demasiada complexidade na gestão e excessivo consumo de recursos

E studos recentes, como da Pulse, confirmam que a falta de uma estratégia unificada de cibersegurança é a razão nº1 pela qual as organizações são vítimas de um ataque de ransomware, um autêntico flagelo que está a afetar a integridade dos dados e dispositivos de empresas de todos os setores e tamanhos.

Um clique errado pode significar o desastre total, mas a verdade é que é comum vermos a estratégia de cibersegurança das empresas assente em soluções díspares e difíceis de gerir, que tornam a identificação de ameaças e vulnerabilidades quase impossível.

Mas o conceito de segurança unificada vai muito para além das soluções consolidadas: é algo que torna possível a facilidade operacional, ao integrar tecnologias normalmente desconectadas para permitir uma segurança abrangente e multicamada em toda a rede, utilizadores, anfitriões e aplicações.

É este o centro da estratégia de cibersegurança que a WatchGuard propõe às empresas de todos os tamanhos e a receita certa para manter o Ransomware longe dos dados, utilizadores, aplicações e dispositivos das organizações portuguesas.

Gerir a segurança do cliente é sempre um desafio para os MSPs, pois eles procuram equilibrar eficiência e os custos com elevados níveis de proteção. Nesta área, os gestores de segurança são confrontados com a escolha de utilizar uma única interface ou alternar entre diferentes soluções. O estudo já referido da Pulse revela uma clara preferência: a maioria prefere uma única interface para gerir a segurança dos seus clientes.

Uma interface comum é mais eficiente e produtiva

Neste estudo, 95% dos entrevistados dizem que a manutenção de múltiplas interfaces na plataforma de segurança diminui a produtividade e a eficiência na gestão da segurança de seus clientes. Isso porque o gestor tem que se adaptar a uma nova interface cada vez que diferentes produtos são usados para cibersegurança. Parece haver um acordo quase unânime entre os gestores e equipas de MSP que participaram do estudo que uma única interface de cibersegurança é mais eficiente e produtiva.

Na verdade, o estudo mostra que os entrevistados acreditam que a eficiência das equipas que administram a cibersegurança dos seus clientes aumentaria em até 10% quando realizada através de uma única interface, eliminando a necessidade de alternar entre diferentes menus e ecrãs.

Menores custos e maior segurança

Agora que está claro que uma única plataforma é mais eficiente na gestão da segurança do cliente, o que esperam exatamente os MSPs da plataforma quando dão o salto para uma interface unificada? Valorizam, mais do que tudo, a redução de custos, juntamente com a redução da complexidade organizacional relacionada com a cibersegurança dos seus clientes. Têm também grandes expectativas de que uma plataforma centralizada lhes permita responder com mais eficácia e rapidez no caso de um ciberataque.

Mas a substituição de várias ferramentas por uma única interface também levanta alguns problemas de custo entre os inquiridos, que valorizam opções de pagamento flexíveis e a possibilidade de uma assinatura para cobrir a manutenção. Os MSPs também atribuem grande importância à opção de preços mais baixos e descontos se optarem por substituir várias plataformas por um único painel. 

Temos ouvido os MSPs ao longo do tempo e, além de reduzir custos e complexidade organizacional, sabemos que apreciam a simplificação dos processos de formação para as suas equipas, que têm que aprender e familiarizar-se com uma única interface em vez de várias. Além disso, os MSPs reconhecem a importância de ter uma única linha de suporte acessível 365 dias por ano, 24 horas por dia.

Além disso, é para eles fundamental que essa interface única seja gerida a partir da Cloud, sem a necessidade de uma infraestrutura física ou virtual, e sem se preocupar com manutenção ou atualizações do sistema. A Cloud também elimina o trabalho de instalação e manutenção da ferramenta nos endpoints.

A WatchGuard Cloud oferece exatamente o que os MPSs desejam: um único painel baseado na cloud e uma interface para gestores de cibersegurança. Esta plataforma também permite que o produto seja dimensionado de acordo com as mudanças nas necessidades dos clientes: não é necessário investimento ou manutenção de infraestrutura. Esta solução Cloud é instantaneamente escalável e sempre atualizada para oferecer o mais elevado nível de segurança. 

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela WatchGuard

TAGS

WatchGuard

Recomendado pelos leitores

Quem vende mais cibersegurança à administração pública em Portugal
SEGURANÇA

Quem vende mais cibersegurança à administração pública em Portugal

LER MAIS

CNCS assina memorando de entendimento para formar dez mil profissionais em cibersegurança
SEGURANÇA

CNCS assina memorando de entendimento para formar dez mil profissionais em cibersegurança

LER MAIS

Microsoft lança família de produtos para a segurança de identidade
SEGURANÇA

Microsoft lança família de produtos para a segurança de identidade

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 88 JUNHO 2022

IT CHANNEL Nº 88 JUNHO 2022

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.