2019-11-15

SEGURANÇA

Secure World, o “cofre” da Qualcomm, não é infalível

Investigadores da Check Point descobriram uma brecha no sistema dos dispositivos móveis que se pensava ser extremamente seguro

O processador "Secure World" - sistema da Qualcomm usado para armazenar dados confidenciais em dispositivos móveis - pode ser explorado e levar à fuga de informações financeiras, descobriu a Check Point, ao conseguir entrar nesse compartimentos de telemóveis das marcas Samsung, LG, Xiaomi, Motorola, Nexus, entre outros. A tecnologia de processadores da Qualcomm é utilizada em quase metade de todos os smartphones do mundo.

O Secure World faz parte do Trusted Execution Environment (TEE) suportado por hardware da Qualcomm, baseado no ARM TrustZone. O TrustZone é o “cofre” onde os dados mais sensíveis dos utilizadores são mantidos - impressões digitais, reconhecimento facial, cartões de crédito ou passaportes.

Regra geral, as vulnerabilidades encontradas em dispositivos Android é limitada ao Rich Execution Environment (REE) do sistema operativo, onde residem a maioria das funcionalidades e vulnerabilidades do telefone. O REE pode ser considerado o "mundo não seguro" de um dispositivo móvel.

O TEE, baseado na arquitetura TrustZone e que usa hardware para adicionar camadas de segurança, criando uma sandbox que protege os dados e executa códigos confiáveis, deverá ser entendido como o “mundo seguro”. Mas a Check Point conseguiu provar que estas camadas de segurança não são inquebráveis. A equipa de investigadores usou a técnica "fuzzing", lançando dados suficientemente confusos para confundirem o próprio sistema operativo. À medida que o sistema foi falhando, foram expostas vulnerabilidades.

A Qualcomm confirmou as vulnerabilidades sinalizadas pela Check Point, e afirma que foram entretanto corrigidas. Os dispositivos atualizados não deverão, assim, correr riscos.

Recomendado pelos leitores

Garmin confirma que foi vítima de ciberataque
SEGURANÇA

Garmin confirma que foi vítima de ciberataque

LER MAIS

Erro humano está ligado a 60% das falhas de segurança
SEGURANÇA

Erro humano está ligado a 60% das falhas de segurança

LER MAIS

Serviços de VPN com fuga de dados de mais de 20 milhões de utilizadores
SEGURANÇA

Serviços de VPN com fuga de dados de mais de 20 milhões de utilizadores

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 69 JULHO 2020

IT CHANNEL Nº 69 JULHO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.