2022-8-17

SEGURANÇA

Schneider Electric e Claroty procuram reduzir ciber-riscos dos edifícios inteligentes

A Schneider Electric e a Claroty lançaram a solução Cybersecurity Solutions for Buildings que oferece um inventário exaustivo de ativos, acesso remoto seguro e deteção de ameaças, ajudando a garantir a resistência a ciberataques e falhas de equipamento

Schneider Electric e Claroty procuram reduzir ciber-riscos dos edifícios inteligentes

A Schneider Electric anunciou o lançamento da Cybersecurity Solutions for Buildings, uma solução que ajuda todos os clientes de edifícios a proteger os sistemas de gestão de edifícios (BMS, na sua sigla em inglês) e, consequentemente, as suas pessoas, ativos e operações.

A solução, criada em conjunto com a Claroty, combina tecnologia premiada com a experiência na indústria e os serviços da Schneider Electric, com vista a identificar os ativos de todas as instalações, oferecer capacidades inigualáveis de gestão de riscos e vulnerabilidades, e disponibilizar monitorização contínua de ameaças para proteger os investimentos empresariais.

Sabe-se que 50% dos edifícios atuais ainda estarão, provavelmente, em utilização até 2050. Isto está a levar à digitalização dos ativos dos edifícios comerciais, incluindo a modernização dos sistemas de gestão de edifícios. De facto, espera-se que a tecnologia IoT para edifícios cresça dos 1,7 mil milhões de dispositivos conectados existentes no final de 2020 para mais de três mil milhões até 2025. À medida que estes edifícios comerciais evoluem para edifícios inteligentes do futuro, partilham pelo menos uma característica comum: uma maior exposição a riscos.

O setor deve enfrentar os desafios de segurança apresentados pelos edifícios inteligentes, pois estudos demonstram que 57% dos dispositivos IoT são vulneráveis a ataques de severidade média ou alta. Os ciberataques já lesaram várias empresas, incluindo infraestruturas críticas como hospitais, data centers e hotéis. O setor da construção comercial deve encontrar formas de salvaguardar tanto o acesso aos sistemas informáticos das empresas, como a sua infraestrutura de missão crítica.

A integração da IoT nos edifícios está a provocar uma mudança emocionante em todo o setor, mas, como acontece com qualquer inovação, também apresenta novos riscos”, afirma Annick Villeneuve, Vice President Digital Enterprise Solutions da Schneider Electric. “Os edifícios podem parecer o alvo perfeito para os agentes de ameaças que procuram perturbar as operações, beneficiar financeiramente e/ou alcançar outros objetivos e, ao fazê-lo, colocar as pessoas em risco. É com isto em mente que nos juntamos à Claroty para oferecer aos nossos clientes uma solução abrangente e líder na indústria, que cobre os riscos operacionais e de segurança únicos que os edifícios de hoje e do futuro enfrentam”.

À medida que cada vez mais dispositivos IoT são implementados no espaço dos edifícios e aumenta a conectividade entre a tecnologia operacional anteriormente isolada, os BMS e os seus equivalentes de TI tornaram-nos alvos mais atrativos e vulneráveis a ciberataques. Para além disso, os gestores de instalações supervisionam centenas de vendedores, prestadores de serviços e técnicos de uma forma fragmentada, aumentando a complexidade e o risco.

Quando se trata de assegurar sistemas ciber físicos, incluindo os BMS, a prioridade número um é manter os processos físicos operacionais e seguros”, comenta Keith Carter, Vice President of Worldwide Channels and Alliances da Claroty. “Ao fundir os conhecimentos profundos da Claroty e a tecnologia propositadamente construída com os serviços de renome e o compromisso da Schneider Electric de impulsionar a transformação digital a nível global, estamos a capacitar os nossos clientes para tirarem partido dos benefícios das tecnologias de edifícios inteligentes sem aumentar a sua exposição aos ciber-riscos, dando assim um passo profundo no sentido de criar um futuro mais eficiente e sustentável para o planeta”.

A oferta Cybersecurity Solutions for Buildings concebida pela Schneider Electric e pela Claroty inclui as seguintes etapas: descoberta de ativos, avaliação de riscos, controlo de acesso remoto e deteção e resposta a ameaças. Proporcionará aos proprietários de edifícios, operadores de instalações e equipas de segurança, sem acrescentar mais carga de trabalho, uma solução simples que identifica riscos de base, reduz continuamente os ciber-riscos e os riscos de ativos, e identifica e corrige as ameaças no ambiente antes que os serviços sejam interrompidos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Schneider Electric faz Parceria para oferecer data centers de edge computing simplificados
NEGÓCIOS

Schneider Electric faz Parceria para oferecer data centers de edge computing simplificados

LER MAIS

Schneider Electric lança solução de software de digital twins
SOFTWARE

Schneider Electric lança solução de software de digital twins

LER MAIS

Schneider Electric lança soluções para os locais de trabalho
HARDWARE

Schneider Electric lança soluções para os locais de trabalho

LER MAIS

Recomendado pelos leitores

Conheça os oradores do live event de cibersegurança do IT Channel
SEGURANÇA

Conheça os oradores do live event de cibersegurança do IT Channel

LER MAIS

Investimentos em cibersegurança deverão crescer 13% em 2023
SEGURANÇA

Investimentos em cibersegurança deverão crescer 13% em 2023

LER MAIS

Mais de metade das organizações quer mudar a sua estratégia de proteção de dados até 2023
SEGURANÇA

Mais de metade das organizações quer mudar a sua estratégia de proteção de dados até 2023

LER MAIS

Programas de Canal 2023

Programas de Canal 2023

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.