2020-4-29

SEGURANÇA

Polícia Judiciária realiza buscas a suspeitos de ataque à Altice

Terão sido feitas buscas a dois suspeitos de terem hackeado várias empresas e instituições. Um terá sido detido e o outro ouvido e identificado

A Polícia Judiciária (PJ) realizou buscas a dois suspeitos de terem realizado ataques à Altice, Benfica, ministérios, museus, GNR e universidades. Segundo noticia o Diário de Notícias, um dos suspeitos foi detido, enquanto o outro foi ouvido e identificado pela PJ. 

Citando a investigação da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T) e da PJ, o Diário de Notícias indica que o principal suspeito é um jovem de nacional portuguesa. 

De acordo com a investigação, o jovem integra um grupo de hacktivistas designado por ‘Cyber Team’. Este grupo tem reivindicado vários cibertaques nas últimas semanas a várias entidades e organizações públicas e privadas, onde se contam a Altice, o Benfica, vários ministérios, museus, a GNR e universidades. 

Nesta quarta-feira, dia 29 de abril, foram feitas buscas a dois suspeitos: ao jovem em questão e a um engenheiro informático. O segundo foi ouvido e constituído arguido, enquanto o primeiro foi detido. Em causa estão crimes de sabotagem informática, acesso ilegítimo e acesso indevido. As penas podem ir dos dois aos dez anos de prisão.

Recomendado pelos leitores

Vulnerabilidade no Teams possibilitava roubo de contas
SEGURANÇA

Vulnerabilidade no Teams possibilitava roubo de contas

LER MAIS

Ciberataque à EasyJet expõe dados de nove milhões de clientes
SEGURANÇA

Ciberataque à EasyJet expõe dados de nove milhões de clientes

LER MAIS

Descoberta vulnerabilidade em API oficial da Microsoft
SEGURANÇA

Descoberta vulnerabilidade em API oficial da Microsoft

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 67 MAIO 2020

IT CHANNEL Nº 67 MAIO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.