2017-12-21

SEGURANÇA

Passwords portuguesas vão parar à Dark Web

Milhares de endereços de e-mails e passwords de políticos portugueses, empresas, militares e e clubes de futebol e da Procuradoria-Geral da República e da Polícia Judiciária estão disponíveis na Dark Web

De acordo com uma investigação da revista Sábado, circulam na Dark Web duas listas com milhares de e-mails e passwords de pessoas com cargos relevantes, tanto no setor público como no privado.

As passwords em causa dizem respeito a funcionários públicos, quadros de bancos, grandes empresas e áreas sensíveis da administração pública, segundo a SÁBADO: Ministérios, Forças Armadas, Parlamento, Ministério Público, Polícia Judiciária (PJ), juízes, Autoridade Tributária e Comissão Nacional de Eleições. Mas também de bancos, hospitais, transportadoras, sociedades de advogados, empresas do PSI 20 e também da comunicação social, afirma a Revista Sábado na sua investigação.

Os dados terão sido recolhidos nos últimos anos em ataques a redes sociais e a outros sítios na Internet que impliquem um registo com um email e uma password.

A PJ já decidiu abrir um inquérito, após ter sido confrontada pela SÁBADO nas últimas semanas, dado que nas listas constam muitos inspetores e funcionários da própria PJ.

O Ministério da Defesa já se pronunciou sobre o tema e afirma que, mesmo que os e-mails sejam reais, as passwords não correspondem as credenciais utilizadas pelos militares, nem cumprem os requisitos alfanuméricos dos sistemas da Defesa.

Numa primeira análise a uma amostra destes e-mails foram encontradas passwords que eram constituídas por partes de outros dados pessoais e não correspondiam a nenhuma password que o utilizador tenha usado na sua vida pessoal.

Das muitas fugas de informação conhecidas nos últimos anos envolvendo portais  e serviços de grande tráfego, não é conhecida nenhuma que envolva o Facebook ou a Google, ao contrário do que está a ser sugerido pela comunicação social em Portugal.

Recomendado pelos leitores

Criptojacking: a nova mina de ouro do cibercrime
SEGURANÇA

Criptojacking: a nova mina de ouro do cibercrime

LER MAIS

Sophos reforça compromisso com o mercado português de cibersegurança
SEGURANÇA

Sophos reforça compromisso com o mercado português de cibersegurança

LER MAIS

Quase metade das empresas não mudam estratégia de segurança mesmo após sofrerem um ataque
SEGURANÇA

Quase metade das empresas não mudam estratégia de segurança mesmo após sofrerem um ataque

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 49 Julho 2018

IT CHANNEL Nº 49 Julho 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.