2019-4-12

SEGURANÇA

Advertorial

“O mercado de segurança cibernética continua a crescer e isso reflete-se nos nossos resultados”

Entrevista com Javier Modúbar, CEO da Ingecom, um distribuidor de valor acrescentado especializado em segurança de IT e soluções de segurança cibernética

No ano passado, a Ingecom encerrou o ano fiscal com 24,8 milhões de euros de faturação, registando um crescimento próximo dos 10% em relação ao ano anterior. Como é que este 2019 está a ser apresentado? 

Em geral, o mercado de IT está a desacelerar devido, em grande parte, à incerteza política do país. O mesmo acontece globalmente na esfera económica. Apesar desta tendência de mercado, este primeiro trimestre na Ingecom aumentou o volume de negócios graças ao fato de que, dentro do setor de IT, a parte da segurança cibernética está a manter uma boa taxa de crescimento. 

Isso refletiu-se nos nossos resultados no final do trimestre, onde esperamos alcançar nove milhões de euros em faturação, o que representa um crescimento elevado em relação ao mesmo período do ano passado. 

 

Recentemente, anunciaram a abertura de um escritório físico em Itália, que desafios foram estabelecidos a curto prazo neste país? Está a procurar replicar o sucesso de Portugal? 

Desembarcámos em Itália em fevereiro com a abertura de um escritório físico em Milão. No país transalpino, começámos com parte do portfólio que temos na Ibéria que inclui fabricantes como Array Networks, Cymulate, Hdiv Security, SealPath, Thycotic, Viewtinet e WhiteBearSolutions. 

Todos serão distribuídos exclusivamente no mercado italiano, a fim de ajudar os fabricantes a crescer neste território. Sergio Manidi será o chefe da Ingecom Itália como Country Manager, um profissional com vasta experiência no Canal italiano e, acima de tudo, no Canal especializado. 

O sucesso da Ingecom em Portugal dá-nos a ambição necessária para repetir essa mesma trajetória na Itália, com um trabalho de desenvolvimento de negócios, juntamente com os fabricantes, o Canal e os clientes finais, que precisam do nosso suporte localmente como um verdadeiro distribuidor de valor acrescentado. 

 


“O sucesso da Ingecom em Portugal dá a ambição necessária para repetir a mesma trajetória em Itália, com um trabalho de desenvolvimento de negócios, juntamente com os fabricantes, o Canal e os clientes finais”


 

Em 2018, grande parte das estratégias de segurança da empresa girava em torno do RGPD. Do seu ponto de vista, este ano, quais são as propostas de segurança que estão a atuar como revitalizadoras do setor de segurança cibernética no nosso país? 

As tendências de mercado na segurança cibernética são baseadas na segurança do trabalho, dos dados e do ser humano, por isso, veremos muitos projetos baseados na tecnologia PAM, IRM, DLP, UEBA ou NAC. 

Neste sentido, é importante equipar- se com ferramentas para deteção de vulnerabilidades e simulação de ataques, a fim de verificar se o investimento feito em segurança cobre a maioria das ameaças que podem ocorrer numa organização. Além disso, os ambientes industriais são cada vez mais o foco de mais ataques, então veremos uma fusão entre IT e OT. 

 

Com o que é que a Ingecom pode contribuir para esse ambiente OT (Tecnologia Operacional)? 

Essa fusão de IT e OT exigirá ferramentas tradicionais de monitorização e prevenção do mundo da IT para cobrir a segurança do OT. Neste sentido, a Ingecom assinou um contrato de distribuição com a Indegy, ao mesmo tempo que o nosso fabricante Forescout adquiriu a SecurityMatters para abordar este mundo a partir de diferentes abordagens. 

 

Conteúdo co-produzido por MediaNext para a Ingecom

Recomendado pelos leitores

RGPD: Um ano depois, lei portuguesa está perto
SEGURANÇA

RGPD: Um ano depois, lei portuguesa está perto

LER MAIS

Canalys revela os cinco “campeões” em cibersegurança
SEGURANÇA

Canalys revela os cinco “campeões” em cibersegurança

LER MAIS

Publicada a Estratégia Nacional de Segurança do Ciberespaço
SEGURANÇA

Publicada a Estratégia Nacional de Segurança do Ciberespaço

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 58 JUNHO 2019

IT CHANNEL Nº 58 JUNHO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.