2019-3-29

SEGURANÇA

Gastos com cibersegurança atingem os dez mil milhões de dólares no último trimestre

Os gastos com cibersegurança no último trimestre de 2018 atingiram os dez mil milhões de dólares com a implementação de novos modelos a ganhar tração

De acordo com estimativas da Canalys, os gastos mundiais em segurança cibernética ultrapassaram os dez mil milhões de dólares pela primeira vez no quarto trimestre de 2018. As organizações aumentaram o seu nível de proteção contra ameaças maliciosas, ao mesmo tempo em que aderiram ao fortalecimento das regulamentações de conformidade de dados.

O investimento total em segurança cibernética em 2018 atingiu os 37 mil milhões de dólares, 9% acima dos 34 mil milhões registados em 2017. Apesar da alta prioridade que muitas organizações dedicam à proteção de seus ativos de dados, endpoints, redes, funcionários e clientes, a segurança cibernética representava apenas 2% do total de despesas IT no ano passado. Esta percentagem, explica a Canalys, irá inevitavelmente aumentar à medida que surgirem novas ameaças, mais frequentes e sofisticadas, o que dará aos fornecedores mais oportunidades de crescimento. Até 2020, o total de gastos em segurança cibernética deverá ultrapassar 42 mil milhões por ano.

“Nos próximos dois anos, a transição nos modelos de implementação de segurança cibernética será acelerada. Os clientes estão a mudar o seu comportamento de compra de IT, com a adoção da cloud pública e serviços flexíveis de consumo”, disse o analista principal da Canalys, Matthew Ball. Os dados da Canalys mostram que em 2018 a implementação tradicional de hardware e software foi responsável por 82% do mercado de segurança cibernética.

Até 2020, a proporção dos modelos de implementação tradicionais cairá para 70% à medida que novas formas de fornecer soluções de segurança cibernética ganharem força. “Os fornecedores terão que estabelecer uma gama diversificada de modelos de negócios para suportar esta transição, uma vez que diferentes produtos atendem a diferentes tipos de implementações. O principal desafio até agora foi tornar os novos modelos mais centrados no Canal e integrá-los aos programas de Parceiros existentes, especialmente transações de clientes via mercados de cloud”, acrescentou Ball.

"Os principais fornecedores de segurança cibernética adotaram novos modelos de implementação, com cada um no processo de transição dos seus negócios para receita mais baseada em assinatura e aumentando as transações via mercado de cloud", disse Ketaki Borade, analista da Canalys Research.

No quarto trimestre de 2018, a Cisco permaneceu como líder global de mercado, aumentando a sua participação em relação ao ano anterior para pouco menos de 10%. A Palo Alto Networks cresceu mais rapidamente, mas permaneceu no segundo lugar com 7%. A Check Point, a Fortinet, a IBM e a Symantec tinham 6% de participação de mercado no quarto trimestre. Em termos gerais, os dez principais fornecedores de segurança cibernética representaram coletivamente 53% das vendas durante este período, com as restantes empresas do ‘top 30’ a corresponder a 21%.

“A Cisco, a Palo Alto Networks, a Barracuda e a Check Point também são os principais fornecedores de segurança cibernética no principal mercado de cloud pública, o AWS Marketplace, vendendo as suas ofertas virtuais por hora e por ano. Esta ainda é uma pequena parte dos seus negócios, mas é a área que mais cresce”, acrescentou Borade. “A Barracuda Networks, a Trend Micro e a F5 Networks também têm uma forte presença nos mercados de cloud, destacando a sua iniciativa inicial de adotar novos modelos de implantação”.

 

Principais Vendedores Mundiais de Cibersegurança

Posição Vendedor Quota Q4 2017 Quota Q4 2018 Taxa de Crescimento
1 Cisco 8,7% 9,6% 22,5%
2 Palo Alto Networks 5,9% 6,9% 28,7%
3 Check Point 6,4% 6,3% 8,0%
4 Fortinet 5,5% 6,1% 21,5%
5 IBM 5,5% 5,8% 15,7%
  Outros 68,0% 65,3% 6,3%
  Receita Total (USD) 9,1 mil milhões 10,1 mil milhões 10,5%

 

 

Recomendado pelos leitores

Descoberta vulnerabilidade nos Windows Servers Deployment Services
SEGURANÇA

Descoberta vulnerabilidade nos Windows Servers Deployment Services

LER MAIS

Cibercrime pode ter custo de 5,2 biliões de dólares para as empresas
SEGURANÇA

Cibercrime pode ter custo de 5,2 biliões de dólares para as empresas

LER MAIS

ESET denuncia nova campanha de ciberextorsão
SEGURANÇA

ESET denuncia nova campanha de ciberextorsão

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 56 ABRIL 2019

IT CHANNEL Nº 56 ABRIL 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.