2024-1-31

SEGURANÇA

Equipas de IT e de segurança estão cada vez mais unidas na luta contra ciberameaças

Novo relatório da Commvault revela uma maior proximidade entre as equipas de IT e de segurança e a aposta das organizações em IA para combater ameaças

Equipas de IT e de segurança estão cada vez mais unidas na luta contra ciberameaças

O distanciamento entre as equipas de ITOp e os profissionais de segurança está a começar a desaparecer, revela um novo relatório da Commvault, muito devido ao reconhecimento pelas organizações da importância de uma colaboração mais estreita para melhor combater os ciberataques sofisticados.

O estudo “Overcoming Data Protection Fragmentation for Cyber-Resiliency”, realizado em colaboração com The Futurum Group, contou com o testemunho de mais de 200 executivos seniores de IT e de nível C (mais de metade dos quais eram CIO, CSO e CISO) na América, EMEA e Ásia-Pacífico.

A esmagadora maioria dos inquiridos (99%) afirmaram que a relação entre os departamentos de ITOp e de segurança aumentou nos últimos 12 meses. Ainda mais, cerca de 64% dizem que passaram a partilhar objetivos para garantir a segurança da empresa, enquanto 70% referiram que têm agora processos e procedimentos conjuntos para as operações diárias. 

Em contrapartida, apenas 48% destes profissionais revelaram ter processos e procedimentos conjuntos para atenuar ou recuperar de um ciberincidente, segundo a Commvault.

“As sinergias entre os departamentos de ITOps, as equipas de segurança e os executivos de nível C nunca foram tão cruciais, uma vez que os cibercriminosos estão a implementar ataques mais sofisticados orientados para a IA”, aponta Javier Dominguez, Diretor de Segurança da Informação da Commvault.

“Com 19 ciberataques por segundo, as violações são inevitáveis. É fundamental que as ITOps e as equipas de segurança pensem em conjunto sobre a recuperação como parte de uma prática de segurança de ponta a ponta no âmbito da estrutura NIST”, acrescenta Dominguez.


Utilização da IA para melhorar a segurança

Segundo o relatório, 68% dos profissionais inquiridos preveem que a Inteligência Artificial (IA) aumentará a sua segurança através da identificação e resposta a ameaças mais rápida e precisa. Em particular, os participantes no estudo consideram que a IA pode melhorar a segurança das suas organizações através de:

  • Aumento e automatização da sensibilização e formação dos colaboradores em matéria de segurança (67%);
  • Aumento da eficiência através da automatização dos processos operacionais diários associados à proteção de dados (66%);
  • Melhoria da autenticação dos utilizadores e do controlo do acesso (57%);
  • Aumento da monitorização e dos relatórios de conformidade (52%).

O estudo da Commvault revela também que a grande maioria (mais de 90%) dos executivos seniores de IT e de nível C inquiridos acredita que a fragmentação das ferramentas de proteção de dados tem um impacto direto e negativo na ciber-resiliência da sua organização, sendo que 54% consideram que esta dificulta efetivamente os esforços de ciber-resiliência.

“A utilização de um grande número de produtos de proteção de dados fragmentados pode aumentar os custos, dificultar a gestão, promover as possibilidades de exploração por parte dos criminosos e atrasar a recuperação”, sublinha Krista Macomber, Diretora de Investigação do The Futurum Group. 

Macomber indica ainda que “esta investigação serve para lembrar que as organizações devem considerar uma plataforma moderna que possa reduzir a fragmentação, proteger uma ampla gama de workloads em qualquer local, prever ameaças mais rapidamente e acelerar os tempos de resposta e recuperação”.

ARTIGOS RELACIONADOS

“Ciber insegurança” é uma das preocupações dos líderes mundiais
SEGURANÇA

“Ciber insegurança” é uma das preocupações dos líderes mundiais

LER MAIS

Conselhos de administração vão exigir níveis mais elevados de cibersegurança
SEGURANÇA

Conselhos de administração vão exigir níveis mais elevados de cibersegurança

LER MAIS

Quatro em cada dez empresas planeiam subcontratar cibersegurança
SEGURANÇA

Quatro em cada dez empresas planeiam subcontratar cibersegurança

LER MAIS

Recomendado pelos leitores

Check Point anuncia colaboração com a Microsoft
SEGURANÇA

Check Point anuncia colaboração com a Microsoft

LER MAIS

Ciberameaças aumentam investimentos em cibersegurança das empresas europeias
SEGURANÇA

Ciberameaças aumentam investimentos em cibersegurança das empresas europeias

LER MAIS

Fortinet apresenta atualização no sistema operativo de segurança de rede
SEGURANÇA

Fortinet apresenta atualização no sistema operativo de segurança de rede

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 106 ABRIL 2024

IT CHANNEL Nº 106 ABRIL 2024

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.