2021-10-12

REDES & TELECOM

Advertorial

A ligação do IoT à rede empresarial tem de ser segura

Com a explosão do uso de dispositivos IoT pelas organizações, estes têm de ser ligados de uma forma segura à rede. Caso contrário, as empresas aumentam a sua exposição a ataques com um incremento considerável do fator de risco

Nos últimos tempos temos vindo a assistir a um incremento exponencial do número de equipamentos ligados em rede sendo o responsável pelo maior aumento de equipamentos de IOT, tal situação gera uma pressão crescente no acesso.

Mas o que são equipamentos de IoT?

São equipamentos com a função de coletar e enviar dados máquina-máquina ou máquina- humano. A primeira massificação de IOT ocorre com as câmaras de CCTV, hoje temos uma proliferação de sensores, interruptores, e máquinas conectadas tomando, cada vez mais, um papel preponderante, mas sendo muitas vezes o elo mais fraco no que respeita a segurança e, tornando-se assim um alvo apetecível para ataques de segurança e penetração.

A interligação à rede é primariamente feita de forma insegura e a sua intercomunicação faz uso de protocolos não encriptados, tendo em conta que cada vez mais estes equipamentos são responsáveis por controlar zonas críticas, como a temperatura de câmaras frigorificas entre outros que, em caso de serem comprometidos podem acarretar grandes prejuízos financeiros ou de imagem.

A Extreme Networks, com esta temática em vista, tem vindo a desenvolver diversas soluções de forma a facilitar o acesso à rede de uma forma simples, isolada e segura, fazendo uso de técnicas atuais de Fabric que aplicadas às redes empresariais, dota a rede de inteligência, dinamismo e segurança.

Uma implementação de Extreme Campus Fabric promove a segurança não apenas através do isolamento fazendo uso de micro-segmentação, mas também a segurança pelo uso de políticas que permitem filtrar dados, até à camada aplicacional, a cada porta individualmente; este Fabric molda-se de forma dinâmica e automática detetando os elementos que se conectam e incorporando-os de forma simples e segura.

Fazendo uso do ExtremeIOT Essentials ou Extreme Defender for IoT o cliente tem na sua rede a capacidade de traçar o perfil de comunicação do seu equipamento IOT impondo regras de comunicação aplicadas diretamente à porta onde o equipamento se liga evitando assim que possa comunicar com outros elementos na mesma rede, no caso hospitalar dos equipamentos de imagiologia estes apenas precisam de comunicar com servidor e não entre eles, usando protocolos específicos e com largura de banda máxima específica; ao exercer este tipo de controlo sobre as comunicações as nossas redes tornam-se mais seguras, e mesmo que o equipamento esteja comprometido ou que alguém se consiga fazer passar por este, não poderá infetar o seu vizinho e a possibilidade de gerar um DOS será muito diminuta.

Não podemos deixar de parte a conectividade wireless que tem vindo a desempenhar cada vez mais um papel preponderante e não é sem espanto que os equipamentos de IOT estejam a usar esta tecnologia, como tal a Extreme Networks lançou o primeiro AP compatível com a norma WIFI6E fazendo uso dos 6GHz. Não tendo questões de retrocompatibilidade pode fazer uso dos todas as tecnologias da norma WIFI6, como a funcionalidade de eficácia energética que tem impacto direto em todos os sensores que funcionam a bateria.

Estando na crista da onda em inovação e conectividade, a Extreme Networks está a levar a cabo, em conjunto com a WIFI Board Alliance, testes num inovador método de conectividade apelidado de Open Roaming, esta forma de autenticação irá pôr para trás a necessidade de redes abertas, passando todos os equipamentos a estar autenticados na rede através de certificados de fabricante, e impondo perfis de comunicação regulados de forma a permitir o acesso simples, fácil e seguro à rede, possibilitando à posteriori a incorporação dos equipamentos na rede do utilizador.

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Extreme Networks

Recomendado pelos leitores

Extreme Networks ajuda a implementar OpenRoaming no Politécnico de Viseu
REDES & TELECOM

Extreme Networks ajuda a implementar OpenRoaming no Politécnico de Viseu

LER MAIS

5G: A próxima revolução empresarial
REDES & TELECOM

5G: A próxima revolução empresarial

LER MAIS

WatchGuard otimiza rede Wi-Fi da Escola Profissional Val do Rio
REDES & TELECOM

WatchGuard otimiza rede Wi-Fi da Escola Profissional Val do Rio

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 81 OUTUBRO 2021

IT CHANNEL Nº 81 OUTUBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.