2019-9-23

REDES & TELECOM

Advertorial

A evolução da mobilidade e IoT tem um impacto direto na infraestrutura de rede

A mobilidade empresarial não se cinge à utilização de laptops e smartphones. O avanço do IoT obriga a considerar dispositivos como tablets em salas de aula, sistemas inteligentes de trânsito ou monitores de pacientes “wearable” em hospitais

Naturalmente que a suportar qualquer serviço móvel existe uma infraestrutura de rede. Seja com ou sem fios, 3/4/5G, privadas ou públicas, as infraestruturas de rede sustentam a mobilidade.

Neste cenário de transformação, as empresas têm que repensar as suas infraestruturas de rede, tendo em vista reduzir custos, melhorar o desempenho e a segurança e suportar a introdução de novos dispositivos.

Em termos de mobilidade corporativa, podemos resumir os seguintes pontos:

  • A maioria das comunicações no local de trabalho acontece na rede Wi-Fi corporativa;
  • Os utilizadores colaboram, dentro e fora do local de trabalho, através de vários dispositivos e aplicações que disponibilizam serviços de VoIP, mensagens instantâneas, chamadas de vídeo, conferências áudio/vídeo e partilha de documentos;
  • BYOD tornou-se a norma, levando o IT a disponibilizar soluções que suportem a conetividade a todos os funcionários, clientes e visitantes que trazem dispositivos pessoais para a rede da empresa;
  • Os utilizadores esperam um desempenho excelente e contínuo em qualquer ponto do local de trabalho.

Mobilidade para dispositivos na era do IoT

Nos últimos anos, os dispositivos de IoT foram projetados com o intuito de melhorar a produtividade, oferecer novas funcionalidades e melhorar a experiência do cliente. Devido a esses benefícios, são as unidades de negócio que estão a impulsionar a sua adoção nas empresas, colocando novos desafios ao IT e às redes existentes.

A tecnologia Wi-Fi existente na maioria das empresas dificilmente oferece suporte a estes novos dispositivos, a somar aos equipamentos de que cada colaborador já dispõe. De referir que em 2019 se comemoram os 20 anos da disponibilização desta tecnologia.

Está a sua rede verdadeiramente preparada para a mobilidade?

Para responder a estes novos requisitos de negócio, os utilizadores, os dispositivos de IoT e suas redes precisam de:

  • Melhorar o serviço em áreas com alta densidade de dispositivos;
  • Aumentar a largura de banda, suportar velocidades mais elevadas e diminuir a latência;
  • Múltiplas opções de PoE para dispositivos IoT;
  • Definição e reforço de estratégias de segurança, por exemplo, contenção de tráfego IoT;
  • Baixar os custos de propriedade, mediante a introdução de mecanismos de gestão automatizados.

Pontos fortes da nossa solução

  • Arquitetura Inovadora de inteligência distribuída, adaptada a soluções de pequenas, médias e grandes dimensões. Suportando os mais recentes protocolos Wi-Fi para implementações de elevada performance e alta densidade;
  • Acesso Unificado, garantindo aos utilizadores a mesma experiência de utilização estejam conectados via rede com ou sem fios. A gestão é feita com base no utilizador e não na tecnologia de acesso, facilitando o trabalho do departamento de IT e redução do TCO;
  • Gestão Unificada, permitindo fornecer um conjunto de serviços de rede, gestão de políticas, segurança e autenticação, aplicável independentemente da tecnologia de conexão.

Controlo e inteligência distribuídos

Graças à tecnologia de controlo e inteligência distribuídos nos AP WLAN, a solução Alcatel-Lucent remove pontos de falha na rede, seja um controlador físico ou virtual. Nas arquiteturas baseadas em controlador, o tráfego de rede flui através dele, aumentando a latência e a distância de caminho que o pacote deve percorrer para chegar ao seu destino.

Devido à velocidade e capacidade dos processadores embutidos nos AP, é possível distribuir recursos de controlo entre todos os AP do cluster como numa abordagem de modelo blockchain, em vez de centralizar numa localização física ou virtual.

Com esta tecnologia garante-se uma maior escalabilidade do sistema, as rotas de cada pacote serão mais curtas, menor latência e maior capacidade de tráfego, proporcionando uma melhor experiência de utilização, em especial para aplicações em tempo real, como seja voz e vídeo.

A solução Alcatel-Lucent OmniAccess® Stellar, elemento fundamental da estratégia de Acesso Unificado, suporta funcionalidades de QoS, segurança, regras de aplicação e de firewall aplicadas diretamente no acesso da rede. A vantagem de aplicar estas regras no acesso permite aos administradores, com o suporte da aplicação de gestão Omnivista®, gerirem e identificarem o tráfego que entra na rede, otimizando a largura de banda disponível para cada aplicação, para além de garantir um nível de segurança superior.

Conteúdo co-produzido pela MediaNext para a Alcatel-Lucent Enterprise

Recomendado pelos leitores

Como tirar o máximo partido do 5G
REDES & TELECOM

Como tirar o máximo partido do 5G

LER MAIS

QNAP lança solução SD-WAN QuWAN
REDES & TELECOM

QNAP lança solução SD-WAN QuWAN

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 69 JULHO 2020

IT CHANNEL Nº 69 JULHO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.