Jorge Bento em 2022-6-14

OPINIÃO

Editorial

O lanterna vermelha

Por vezes a dificuldade de um editor não é estar a par da inovação e acompanhar o pelotão da frente, é saber onde está o lanterna vermelha

O lanterna vermelha

Uma singularidade do nosso país, face aos seus congéneres europeus, é o seu tecido empresarial, sobretudo com a dimensão média da empresa portuguesa que é muito pequena. Os Parceiros de Canal, que são os nossos leitores, refletem toda essa diversidade de realidades empresariais, de estados muitíssimos diferentes de dimensão e de maturidade digital. E a média dos clientes que atendem não é particularmente estimulante.

Basta falarmos um pouco com os donos de algumas empresas de Canal de menor dimensão para entender rapidamente que a realidade quotidiana dos seus clientes não conheceu grande evolução numa década. Não se trata do Parceiro não ter as competências técnicas para o ajudar, trata-se, na maioria dos casos, da empresa não querer ser ajudada porque nem essa necessidade consegue identificar.

A revista irmã deste jornal, a IT Insight, que endereça o cliente final, foi co-promotora de um Webinar que contou com a presença da Bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados e onde se falou sobre a transformação das próprias empresas de contabilidade e dos seus clientes.

Foram inúmeros os testemunhos entre os contabilistas certificados que assistiram às dificuldade de introduzirem nos seus clientes inovação no campo dos processos e da automação. Exatamente o mesmo tipo de resistência que muitos Parceiros de Canal encontram nos seus clientes; simplesmente nem têm a consciência do problema de competividade de que sofrem. Apenas ficam como que “encapsulados” na armadilha do tempo.

Não creio que exista uma bala de prata para solucionar a estagnação estrutural da economia portuguesa (existem demasiadas razões) e este peso dos “lanternas vermelhas” no nosso crescimento. No dia em que a maioria dos Parceiros de Canal, ou mesmo dos contabilistas, deixarem de ser meros fornecedores instrumentais e conseguirem afirmar-se como consultores de negócio, podemos seguramente trazer mais empresas para o meio do pelotão.

Assim os clientes o permitam.


Jorge Bento

Diretor do IT Channel

Recomendado pelos leitores

O otimismo que alimenta o que está para vir
OPINIÃO

O otimismo que alimenta o que está para vir

LER MAIS

Projetos para fábricas de semicondutores de AI com a mão de Sam Altman
OPINIÃO

Projetos para fábricas de semicondutores de AI com a mão de Sam Altman

LER MAIS

10 M, um susto?
OPINIÃO

10 M, um susto?

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 104 FEVEREIRO 2024

IT CHANNEL Nº 104 FEVEREIRO 2024

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.