2020-9-18

NEGÓCIOS

Parceiro do Mês

“Queremos ser reconhecidos como especialistas na prestação de serviços profissionais em plataformas cloud“

A Magic Beans dedica-se a prestar serviços profissionais de aconselhamento, migração e gestão a empresas a organizações que queiram migrar e/ou adotar soluções cloud

Posicionamento e evolução 

Em 2017, depois de um percurso profissional de 25 anos em empresas globais de tecnologia, como a Oracle e a Microsoft, Vítor Rodrigues, CEO da Magic Beans, decidiu iniciar um projeto totalmente dedicado a prestar serviços profissionais de aconselhamento, migração e gestão a empresas a empresas que queiram migrar e/ou adoptar soluções cloud como as que são fornecidas pela Amazon Web Services (AWS).

Atualmente, a Magic Beans opera em Portugal, Espanha, Luxemburgo, Bélgica e Holanda, mas por ter um nível de maturidade superior, é Portugal que presta apoio e serviços em nearshore aos restantes países.

Desde 2017, têm duplicado o volume de vendas e de colaboradores, e preveem continuar com esta taxa de crescimento a nível global, com uma diminuição do share de Portugal, compensada pelo crescimento acelerado do negócio noutros países. E foram estes números que permitiram à Magic Beans ser premiada pela Amazon Web Services como APN Rising Star Partner 2019 em Portugal.

A Magic Beans conta com 20 colaboradores diretos, apoiados por uma rede Parceiros e de freelancers que participam em projetos à medida das necessidades. Esta é uma empresa que investe nos seus profissionais e nas suas certificações, e todos eles estão envolvidos em vários projetos, o que lhes permite consolidar o conhecimento adquirido com aplicação prática em casos reais. “Toda esta especialização permite-nos responder muito rapidamente a desafios que nos são colocados pelos clientes”, garante Vítor Rodrigues.

O seu principal Parceiro é a Amazon Web Services e são considerados um AWS Advanced Consulting Partner. “95% do que fazemos está associado à AWS, os restantes 5% estão associados a outros Parceiros tecnológicos”, explica.

O CEO da Magic Beans refere ainda que em Portugal os ciclos de decisão são mais longos e a apetência para investimentos em inovação é mais reduzida, quando comparado com outras realidades com que trabalham. “Acreditamos que em Portugal, na fase pós-COVID-19, as empresas vão ter que acelerar o investimento em inovação e na flexibilidade dos seus sistemas de IT, caso contrário vão continuar a perder competitividade face a novos concorrentes mais ágeis e originários de mercados com maior dimensão”.

Soluções mais procuradas pelos clientes

Estando 100% focados em soluções cloud, os seus clientes são na grande maioria empresas que procuram adotar cloud em alternativa ao tradicional data center, próprio ou fornecido por uma entidade externa. A Magic Beans é procurada para ajudar empresas a migrar destes data centers para cloud, e para além das migrações, têm também implementadas soluções de storage, em que as organizações pagam apenas o que usam; soluções de Backup & Recovery, com um preço de posse bastante competitivo, quando comparado com a abordagem tradicional; apoio na implementação de metodologias de DevOps e atualmente começaram também a ter alguma procura de apoio na transformação aplicacional para converter aplicações sem modelos serverless.

“Queremos ser reconhecidos como especialistas na prestação de serviços profissionais em plataformas cloud”, garante Vítor Rodrigues. A estratégia da Magic Beans passa por “estar focada em poucas coisas e fazê-las muito bem, com o objetivo de nos podermos especializar e desta forma exportar estas competências para outros países”. Adicionalmente e em complemento desta estratégia, celebram ainda vários acordos de Parceria com outras empresas especialistas em áreas como dados, inteligência artificial, computer vision e esperam aumentar esta rede de Parcerias complementares.

“Acreditamos que 2021 será o ano das grandes empresas nacionais darem passos muito significativos na adoção de plataformas cloud”, conclui.

Recomendado pelos leitores

IBM vai dividir-se em duas empresas
NEGÓCIOS

IBM vai dividir-se em duas empresas

LER MAIS

O Futuro do Trabalho - Um novo imperativo de negócios
NEGÓCIOS

O Futuro do Trabalho - Um novo imperativo de negócios

LER MAIS

Esprinet conclui aquisição da GTI
NEGÓCIOS

Esprinet conclui aquisição da GTI

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 71 OUTUBRO 2020

IT CHANNEL Nº 71 OUTUBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.