2018-1-08

NEGÓCIOS

Mercado de semicondutores cresce 22% em 2017; receitas de memórias dão forte impulso

O mercado mundial de semicondutores foi liderado pela Samsung em 2017, que retirou a liderança à Intel. As receitas cresceram em 22,2%, face a 2016, fortemente impulsionadas pelas memórias, que tiveram um peso de 31% nas receitas deste mercado

As receitas mundiais em semicondutores totalizaram 419,7 mil milhões de dólares em 2017, um aumento de 22,2% a partir de 2016, de acordo com os resultados preliminares da Gartner. O défice na oferta ajudou a impulsionar um crescimento de 64% das receitas no mercado de memórias, que representaram 31% da receita total de semicondutores em 2017.

"O maior fornecedor de memória, a Samsung Electronics, alcançou a maior participação de mercado e retirou a liderança à Intel - derrubada pela primeira vez desde 1992", refere Andrew Norwood, research vice president na Gartner. "A memória representou mais de dois terços de todo o crescimento das receitas de semicondutores em 2017 e tornou-se na maior categoria de semicondutores", acrescenta.

O principal motor por detrás das crescentes receitas das receitas das memórias foi o aumento dos preços, devido a escassez de provisão. Os preços da memória flash NAND aumentaram, pela primeira vez, em 17% (aumento ano após ano), enquanto os preços DRAM aumentaram 44%. 

Os fabricantes não conseguiram absorver estes aumentos de preço, transferindo-os para os consumidores, o que fez com que PCs e smartphones ficassem mais caros em 2017.

Outros grandes fornecedores de memória, incluindo SK Hynix e Micron Technology, também apresentaram um forte desempenho em 2017 e subiram nos rankings

A Intel, em segundo lugar, teve um aumento de 6,7% nas receitas de 2017, impulsionado pelo crescimento de 6% nas receitas em processadores para data centers, devido à procura por parte dos prestadores de serviços cloud e de comunicação. As receitas em processadores para PC, da Intel, cresceu mais lentamente, em 1,9%, mas os preços médios dos PC estão a subir novamente, após anos de declínio no seguimento da transição do mercado dos desktops tradicionais para dispositivos dois-em-um e ultramóveis.

"O preço da memória irá cair em 2018, inicialmente para NAND flash e depois DRAM em 2019 à medida que a China aumenta sua capacidade de produção de memória. Prevemos que a Samsung perca muitos dos ganhos de receita que tem feito", destaca Norwood.

Recomendado pelos leitores

SAS reúne Parceiros e clientes para debater impacto da nova Norma IFRS17
NEGÓCIOS

SAS reúne Parceiros e clientes para debater impacto da nova Norma IFRS17

LER MAIS

Gartner inclui Claranet no Quadrante Mágico de DCO/HIMS
NEGÓCIOS

Gartner inclui Claranet no Quadrante Mágico de DCO/HIMS

LER MAIS

Abel Aguiar é o novo diretor executivo de Parceiros e PME da Microsoft
NEGÓCIOS

Abel Aguiar é o novo diretor executivo de Parceiros e PME da Microsoft

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 49 Julho 2018

IT CHANNEL Nº 49 Julho 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.