2018-2-02

NEGÓCIOS

Lenovo cresce 6,3% no terceiro trimestre fiscal de 2017/18

A Lenovo encerrou o terceiro trimestre fiscal de 2017/18 com receitas na ordem dos 12,9 mil milhões de dólares, com um crescimento homólogo de 6,3% e de 10% face ao trimestre anterior

Durante o terceiro trimestre fiscal de 2017/18 a Lenovo conseguiu crescer nos seus principais segmentos de atuação: PC e smart devices e Data Center. A divisão Mobile Business Group, por sua vez, cumpriu as expetativas para este ano. Durante este trimestre, a Lenovo verificou um crescimento sólido nas suas receitas antes dos impostos, crescendo acentuadamente para os 150 milhões de dólares, um aumento quatro vezes superior desde o último trimestre, e um crescimento de quase 50% relativamente ao mesmo período do ano anterior.


A Lenovo atribui os seus resultados a uma “estratégia em três frentes”: liderança no seu segmento core, crescimento em setores-chave para a empresa e investimento em tecnologias emergentes. Durante o trimestre, a Lenovo conseguiu, efetivamente, crescer o número de vendas de PC, uma performance positiva nos segmentos de data center e mobile, e bons resultados em áreas de device plus cloud e infrastructure plus cloud technologies.

“A Lenovo está a acelerar a sua transformação para se tornar num líder mundial em todos os seus segmentos de negócio. Continuamos a verificar um melhoramento significativo e uma forte performance nem alguns dos setores tecnológicos do mercado mais excitantes, smart devices e data center”, comenta Yang Yuanqing, Lenovo Chairman and CEO.

No quer diz respeito ao segmento de PCs e smart devices, a Lenovo vendeu 15,7 milhões de unidades, mantendo um número estável. As suas receitas nesta área de negócio cresceram 7,6%, comparativamente com o mesmo período do ano anterior, e 10,4% face ao trimestre anterior. Em regiões como a EMEA, o crescimento foi ainda mais significativo, atingindo os dois dígitos.

O Data Center Group conseguiu atingir o maior aumento de receitas em dois anos: mais de 16,7% de crescimento homólogo, que se refletiram em 1,2 mil milhões de dólares, e mais 25,5% do que no trimestre anterior. Também nesta área de negócio a EMEA fora uma das regiões mais expressivas, com crescimento a dois dígitos.

O Mobile Business Group foi o único segmento que verificou um decréscimo. Com receitas na ordem dos 2,1 mil milhões de dólares, caiu 5% face ao mesmo período do ano anterior. Embora os resultados globais sejam de uma queda, em algumas regiões geográficas a Lenovo registou crescimento. Na Europa Ocidental, por exemplo, as vendas do fabricante cresceram homologamente 23%.

Recomendado pelos leitores

Novo update gratuito para Windows 10 já disponível
NEGÓCIOS

Novo update gratuito para Windows 10 já disponível

LER MAIS

Schneider Electric apresenta solução para gestão proativa dos ativos de data center
NEGÓCIOS

Schneider Electric apresenta solução para gestão proativa dos ativos de data center

LER MAIS

Rumos anuncia pós-graduação em segurança informática e proteção de dados
NEGÓCIOS

Rumos anuncia pós-graduação em segurança informática e proteção de dados

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 47 Maio 2018

IT CHANNEL Nº 47 Maio 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES