2018-11-12

NEGÓCIOS

Lenovo anuncia crescimento recorde de 14% no Q2 de 2018

Durante o segundo trimestre do ano, a Lenovo conseguiu, a nível global, alcançar receitas na ordem dos 13,4 mil milhões de dólares– a maior receita trimestral nos últimos quatro anos que valeu ao fabricante um crescimento de 14% no trimestre

O Grupo Lenovo conseguiu, pelo terceiro trimestre consecutivo, alcançar um crescimento a dois dígitos, com receitas que rondaram os 13,4 mil milhões de dólares, um crescimento homólogo de 14%. A empresa também obteve o seu segundo melhor trimestre consecutivo de receita antes de impostos de 213 milhões de dólares, seis vezes mais do que no ano anterior (+ US $178 milhões), já que todas as áreas de negócio verificaram aumentos.  

No segundo trimestre fiscal, o lucro da Lenovo, no que respeita aos dividendos, aumentou para 168 milhões de dólares, um valor superior aos 91 milhões e 29 milhões de dólares verificados nos últimos anos.

Durante o Q2, o negócio de PCs e Smart Devices (PCSD), sob a alçada do International Data Group, registou uma receita de 10,2 mil milhões de dólares, um aumento de 18% em relação ao ano anterior, tendo ultrapassado pela primeira vez 10 mil milhões de dólares. Neste mercado, a Lenovo conta com uma quota de mercado de 23,7%. O segmento premium foi o principal protagonista deste negócio, com um crescimento de dois dígitos, onde se incluíram os equipamentos das gamas Legion, ThinkStation e Yoga, ThinkPad e IdeaPad – contribuindo para o crescimento em volume, receita e lucro da Lenovo.

O Mobile Business Group (MBG), integrado no International Data Group também registou melhorias significativas durante o segundo trimestre, adaptando a sua estratégia de recuperação com especial foco na redução de despesas, através da simplificação do portfólio de produtos e concentrando-se nos principais mercados lucrativos. O trimestre registou um importante marco estratégico com um retorno de investimento global da Motorola - reduzindo as despesas operacionais em 175 milhões de dólares, em comparação com o segundo trimestre do ano passado.

O Data Center Group (DCG) da Lenovo registou o seu quinto trimestre consecutivo de lucro (a percentagem das receitas antes dos impostos chegou até 9,5% pts em relação ao ano anterior), com um aumento de 58% no período homólogo, para 1,5 mil milhões de dólares. A Lenovo está a apostar na inovação em soluções que traz ao mercado, destacada pelo forte crescimento do Hyperscale e do Software Defined Infrastructure (SDI), mas também na forma como a empresa introduz essas tecnologias no mercado. As principais parcerias estratégicas globais, como é o caso da  NetApp, anunciada em setembro, expandiram significativamente a cobertura do segmento de mercado de gestão de dados e armazenamento da Lenovo.

Este trimestre foi impactado pelo crescimento da receita em três dígitos na América do Norte e pelo crescimento de dois dígitos nas regiões da EMEA, China e Ásia-Pacífico. Além disso, a rentabilidade do período homólogo em todas as geografias também melhorou.

Recomendado pelos leitores

Escola Digital pode ser uma nova oportunidade para o Canal
NEGÓCIOS

Escola Digital pode ser uma nova oportunidade para o Canal

LER MAIS

PME portuguesas perderam mais de metade do seu volume de negócios
NEGÓCIOS

PME portuguesas perderam mais de metade do seu volume de negócios

LER MAIS

“A nossa visão é simples: vemos o SaaS como o futuro”
NEGÓCIOS

“A nossa visão é simples: vemos o SaaS como o futuro”

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 68 JUNHO 2020

IT CHANNEL Nº 68 JUNHO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.