2021-7-08

NEGÓCIOS

Canalys define ‘Champions’ do Canal em cibersegurança

A Cybersecurity Leadership Matrix 2021 da Canalys atribuiu o título a nove empresas do Canal de distribuição

 

Nove vendedores de cibersegurança foram declarados como “campeões” na Cybersecurity Leadership Matrix 2021 da Canalys, pesquisa que avalia o desempenho dos fornecedores do Canal de distribuição, publicada para clientes no serviço Canalys Cybersecurity Analysis. As empresas campeãs mantiveram ou cresceram as suas posições no mercado da cibersegurança através do Canal. Cisco, ESET, Fortinet, Juniper Networks, Kaspersky, Palo Alto Networks e Trend Micro reafirmaram as suas posições como Champions, juntando-se à Check Point e à Sophos. 

"Acelerar os projetos de transformação digital e subsequente adoção da cloud, bem como a massificação do trabalho remoto nos últimos 12 meses, aumentaram as vulnerabilidades,  a perda de dados e os ataques de ransomware", disse Matthew Ball, analista chefe da Canalys, e acrescentou que “isto resultou em perturbações significativas e perdas financeiras para muitas organizações num momento desafiante”. 

No entanto, apesar da crise de cibersegurança que sucedeu à pandemia, o mercado de cibersegurança cresceu em 2020, a nível global. As vendas aumentaram 9,7% para 53,3 mil milhões de dólares, segundo as estimativas da Canalys. “As empresas do Canal são agora mais importantes do que nunca quando se trata de fornecer as mais recentes soluções para garantir os seus clientes, com capacitação de Parceiros por parte dos fornecedores a ser também valiosa”.

A Check Point melhorou o ranking dos seus Parceiros e ganhou o estatuto de campeão depois de investimentos focados em permitir que os Parceiros ganhem novas contas e impulsionem as vendas através das suas quatro soluções - quantum para segurança de rede; CloudGuard para segurança da cloud, Harmony para garantir o acesso e Vision para uma gestão unificada.

A Cisco continuou a ser a maior fornecedora do Canal de cibersegurança em 2020. Reorganizou o negócio de cibersegurança em torno da SASE, Zero Trust e XDR sob a marca Cisco Secure. O seu Partner Program está em transição para se focar no SaaS, serviços geridos e soluções de cloud, bem como na gestão do lifecycle do cliente.

O suporte técnico da Eset, a gestão de contas e a facilidade geral de fazer negócios, teve as maiores classificações pelos Parceiros. Continuou a investir no aumento da presença em contas empresariais e reforçou o seu Global Managed Service Provider Program com o lançamento da plataforma de marketplace EMA2.

O rating de Parceiros da Fortinet melhorou no ano passado, mantendo a uma rápida expansão do mercado. A sua estratégia de Security Fabric permite que os Parceiros se diferenciam em segmentos-chave de crescimento. O lançamento do Engage 2.0 Partner Program adicionou especializações de Zero Trust Access, Operational Technology e Security Operations.

A Juniper Networks reforçou a sua estratégia de Connected Security com a introdução do Diretor de Segurança da Cloud para a gestão unificada da SASE em ambientes de cloud e on-premises. Reforçou também o Juniper Partner Advantage Program, com incentivos para vender soluções com o Growth Rewards Program.

A Kaspersky teve as classificações de Parceiros mais altas na Leadership Matrix deste ano, especialmente na velocidade e competitividade dos preços, bem como na qualidade de gestão de contas. Continuou a expandir o seu ecossistema MSP, enquanto as iniciativas de Canal se mantiveram focadas na rentabilidade, na facilidade de fazer negócios e no apoio a Parceiros.

A Palo Alto Networks teve um grande crescimento no Canal de cibersegurança, enquanto as classificações dos seus Parceiros continuaram a subir. O lançamento do seu NextWave 3.0 Partner Program vai acelerar a diferenciação e crescimento de Parceiros com especializações e incentivos em torno da Prisma SASE, Prisma Cloud e Cortex XDR/XSOAR.

A Sophos teve a maior subida nas classificações de Parceiros este ano, após o lançamento do seu novo Global Partner Program, como parte da abordagem Parceiro-primeiro. Isto ajudou a elevar o seu estatuto a Champion. A Sophos Central, integrações RMM e o incentivo às vendas baseadas no consumidor aceleraram o seu crescimento com MSP.

As classificações de Parceiros da Trend Micro continuaram a subir, destacando a importância da sua estratégia de que prioriza o Canal. Demonstrou que pode apoiar Parceiros com diferentes modelos de negócio de forma eficaz, como líder e facilitadora de Parcerias em áreas emergentes fundamentais, incluindo garantir a migração em cloud e a segurança híbrida nos mercados de cloud.

O Canal de distribuição é uma área-chave para que as empresas se destaquem dos restantes vendedores de soluções de cibersegurança. Em comunicado, a Canalys afirma que “cada um dos Champions demonstraram estar empenhados e a investir continuamente na melhoria dos processos para impulsionar a simplicidade e facilidade de fazer negócios, bem como a vontade de criar oportunidades de crescimento e aumentar a rentabilidade dos Parceiros”.

Espera-se que os investimentos em cibersegurança acelerem em 2021. "Os principais fornecedores de cibersegurança estão a aumentar o investimento nos seus Programas Parceiros para apoiar o Canal e capitalizar a oportunidade de expansão", disse Blake Murray, analista  da Canalys Research. Com o aumento da consciencialização da importância da segurança e o elevado aumento de ciberataques, os clientes procuram cada vez mais soluções de cibersegurança simples, mas eficazes.

A mais recente previsão da Canalys  calcula que os gastos aumentem 11,4% para 59,3 mil milhões de dólares em 2021. "Os fornecedores estão a concentrar o seu investimento em descontos e incentivos direcionados, bem como a melhorar o registo empresarial para garantir renovações e impulsionar as vendas de novas soluções. Melhorar os portais dos Parceiros, aumentar a formação, com mais competências, desenvolver novas rotas para o mercado através do digital e passar para managed services e modelos baseados no consumo são também prioridades”, conclui Murray.

Recomendado pelos leitores

Distribuição, em 2020, cresce 12,3% acima da economia apesar do shortage
NEGÓCIOS

Distribuição, em 2020, cresce 12,3% acima da economia apesar do shortage

LER MAIS

Capgemini nomeia novo Head of SAP Business Line para Portugal
NEGÓCIOS

Capgemini nomeia novo Head of SAP Business Line para Portugal

LER MAIS

Atos Portugal nomeia responsável pela gestão do Canal
NEGÓCIOS

Atos Portugal nomeia responsável pela gestão do Canal

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 82 NOVEMBRO 2021

IT CHANNEL Nº 82 NOVEMBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.