2019-12-01

NEGÓCIOS

AWS estará a desenvolver novo processador para data centers

A Amazon Web Services estará a desenhar um novo processador de segunda geração para data centers com base na tecnologia ARM. Segundo as estimativas, deverá ter um aumento de 20% na performance

A Amazon Web Services estará a projetar um processador de data center de segunda geração que, a confirmar-se, será o mais poderoso, com um aumento de pelo menos 20% no desempenho em relação ao processador de primeira geração.

O novo processador baseia-se na base estabelecida pelo primeiro processador de data center, chamado Graviton da AWS, lançado em novembro de 2018. Duas fontes familiarizadas com o assunto disseram à Reuters que o novo processador também utilizará a tecnologia da ARM Holdings (agora de propriedade da Softbank).

O primeiro processador Graviton não foi construído para competir com os processadores para servidores de utilização geral, como os que são fabricados pela Intel, em termos de processamento bruto. No entanto, a fornecedora de serviços cloud afirmou que que poderia reduzir os custos em até 45%, em comparação com outras instâncias de utilização geral do Amazon EC2, para cargas de trabalho em expansão.

Estas cargas de trabalho incluem micro serviços em container e aplicações de camada web que não exigem o conjunto de instruções x86, explicou a AWS em 2018. Para essas cargas de trabalho, o novo processador da ARM oferece o menor custo sem comprometer o desempenho.

Nem a AWS nem a ARM comentaram o assunto, de acordo com a Reuters.

Recomendado pelos leitores

Google Cloud tem novo líder em Portugal
NEGÓCIOS

Google Cloud tem novo líder em Portugal

LER MAIS

“A nossa visão é simples: vemos o SaaS como o futuro”
NEGÓCIOS

“A nossa visão é simples: vemos o SaaS como o futuro”

LER MAIS

ITANCIA anuncia aquisição da Aviquipo
NEGÓCIOS

ITANCIA anuncia aquisição da Aviquipo

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 68 JUNHO 2020

IT CHANNEL Nº 68 JUNHO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.