2019-12-01

NEGÓCIOS

AWS estará a desenvolver novo processador para data centers

A Amazon Web Services estará a desenhar um novo processador de segunda geração para data centers com base na tecnologia ARM. Segundo as estimativas, deverá ter um aumento de 20% na performance

A Amazon Web Services estará a projetar um processador de data center de segunda geração que, a confirmar-se, será o mais poderoso, com um aumento de pelo menos 20% no desempenho em relação ao processador de primeira geração.

O novo processador baseia-se na base estabelecida pelo primeiro processador de data center, chamado Graviton da AWS, lançado em novembro de 2018. Duas fontes familiarizadas com o assunto disseram à Reuters que o novo processador também utilizará a tecnologia da ARM Holdings (agora de propriedade da Softbank).

O primeiro processador Graviton não foi construído para competir com os processadores para servidores de utilização geral, como os que são fabricados pela Intel, em termos de processamento bruto. No entanto, a fornecedora de serviços cloud afirmou que que poderia reduzir os custos em até 45%, em comparação com outras instâncias de utilização geral do Amazon EC2, para cargas de trabalho em expansão.

Estas cargas de trabalho incluem micro serviços em container e aplicações de camada web que não exigem o conjunto de instruções x86, explicou a AWS em 2018. Para essas cargas de trabalho, o novo processador da ARM oferece o menor custo sem comprometer o desempenho.

Nem a AWS nem a ARM comentaram o assunto, de acordo com a Reuters.

Recomendado pelos leitores

Dados obscuros e outras previsões tecnológicas para 2020
NEGÓCIOS

Dados obscuros e outras previsões tecnológicas para 2020

LER MAIS

2020 será o ano da RPA?
NEGÓCIOS

2020 será o ano da RPA?

LER MAIS

IBM Portugal anuncia novo presidente
NEGÓCIOS

IBM Portugal anuncia novo presidente

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 63 DEZEMBRO 2019

IT CHANNEL Nº 63 DEZEMBRO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.