2021-1-14

NEGÓCIOS

Atos em negociações para adquirir DXC Technology

A Atos revelou que se encontra em negociações para a aquisição da DXC Technology, aumentando assim a sua presença nos Estados Unidos

A Atos já tornou público o seu interesse na DXC Technology e afirma que "na sequência de recentes rumores de mercado sobre uma possível transação envolvendo a Atos, a empresa confirma que contactou a DXC Technology sobre uma possível transação amigável entre os dois grupos para criar um líder em serviços digitais que beneficie de uma escala global, talento e inovação", refere a empresa, acrescentando que "na avaliação desta oportunidade , a Atos aplicará a disciplina financeira que sempre seguiu na sua estratégia de aquisição."

Segundo a Reuters, a Atos ainda não confirmou que se o valor da oferta chega aos dez mil milhões de euros, como avançado por alguns meios, apesar de ter revelado que ainda não há certezas de que a sua oferta resulte num acordo ou transação e que um novo anúncio será feito "se for caso disso".

A DXC Technology já confirmou que recebeu uma "proposta não solicitada, preliminar e não vinculativa da Atos para adquirir todas as ações da DXC Technology. O conselho de administração da DXC Technology, de acordo com as suas responsabilidades, avaliará a proposta", lê-se num comunicado emitido pela empresa, insistindo que, antes de receber esta proposta, a DXC Technology não tinha conhecimento de qualquer interesse da Atos. "Continuamos focados em conhecer os nossos clientes, colaboradores e acionistas à medida que executamos a nossa jornada de transformação".

A Atos está mergulhada numa onda de aquisições, adquirindo ou entrando em negociações para a compra de 12 empresas no último ano. A mais recente aquisição é a da Motiv ICT Security, uma empresa de cibersegurança sediada na Holanda, especializada em serviços de segurança geridos e serviços de centros de operações de segurança, e que deverá fechar no primeiro trimestre.

A potencial aquisição da DXC seria a maior da história da Atos e aumentaria a presença da empresa francesa nos Estados Unidos, onde gerou cerca de 30% dos 11,59 mil milhões de euros inscritos no ano fiscal de 2019.

Recomendado pelos leitores

O computador ainda não morreu
NEGÓCIOS

O computador ainda não morreu

LER MAIS

35 anos de Parcerias estratégicas
NEGÓCIOS

35 anos de Parcerias estratégicas

LER MAIS

“Vamos todos os dias para casa com o sentimento de que a missão ainda não está cumprida”
NEGÓCIOS

“Vamos todos os dias para casa com o sentimento de que a missão ainda não está cumprida”

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 74 FEVEREIRO 2021

IT CHANNEL Nº 74 FEVEREIRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.