2014-1-13

SEGURANÇA

Em 21013

Kaspersky avança que programas maliciosos móveis triplicaram

A Kaspersky Lab tornou recentemente público o relatório sobre as tendências em segurança de TI, em 2013. O documento assinala que o número de programas maliciosos móveis triplicou, alcançando em 2013 as 148778 amostras de malware.

Em 2013, o problema da segurança dos smartphones e dos tablets agravou-se muito devido ao crescimento quantitativo e qualitativo das ameaças móveis, de acordo com um comunicado da companhia. “Se 2011 foi o ano em que o malware móvel se estabeleceu e 2012 o ano que marcou o desenvolvimento da variedade das ameaças, 2013 foi sem dúvida o ano do início da sua maturidade”, sublinha .
No que diz respeito aos sistemas operativos móveis vulneráveis, em 2013 não ocorreram grandes mudanças. O Android continua a ser o principal alvo dos cibercriminosos, abarcando 98,05% dos ataques a dispositivos móveis. Serão três os motivos principais para este cenário: o sistema operativo da Google continua a ser líder de mercado, existem muitas lojas de aplicações independentes e a sua arquitectura é aberta, graças ao que tanto os criadores de apps como os cibercriminosos podem facilmente desenvolver programas para esta plataforma.

www.kaspersky.pt

Recomendado pelos leitores

Hackers continuam a espiar PME
SEGURANÇA

Hackers continuam a espiar PME

LER MAIS

Marketplace da Check Point procura agilizar “o processo de modelagem de soluções” para os Parceiros
SEGURANÇA

Marketplace da Check Point procura agilizar “o processo de modelagem de soluções” para os Parceiros

LER MAIS

O utilizador, o dispositivo e os dados: os três principais desafios da cibersegurança
SEGURANÇA

O utilizador, o dispositivo e os dados: os três principais desafios da cibersegurança

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 70 SETEMBRO 2020

IT CHANNEL Nº 70 SETEMBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.