2019-7-22

CLOUD

Advertorial

O papel da NetApp no mercado de hiperconvergência

O mercado de hiperconvergência está a evoluir e a expandir-se rapidamente, sendo cada vez mais importante para suportar as rigorosas necessidades de ambientes de cloud híbrida e mission critical

 

A adoção de sistemas convergentes cresceu rapidamente durante a última década. Os gastos anuais nestes sistemas ultrapassaram os 13 mil milhões de dólares e o mercado expande-se mais rapidamente do que o mercado de infraestrutura de data center. 

Este tipo de expansão de mercado indica o claro grau em que os sistemas convergentes podem gerar benefícios reais dentro do data center. Dito isto, a maioria dos sistemas convergentes tradicionais em utilização atualmente é construída com redes de servidores e armazenamento bem testados, mas discretos, com os seus principais blocos de construção. 

Tal como os atuais departamentos de IT, o mercado de sistemas convergentes está a evoluir rapidamente. Um elemento importante desta evolução é o surgimento relativamente recente da infraestrutura hiperconvergente (HCI). 

As soluções de HCI oferecem os benefícios comprovados dos sistemas convergentes tradicionais, mas conseguem esses benefícios através de uma arquitetura de scale-out definida por software. 

 

Benefícios 

A implementação de soluções hiperconvergentes tem três principais benefícios: CapEx mais baixo, OpEx reduzido e menor risco. 

No primeiro caso, um CapEx menor pode ser obtido com a eliminação de soluções de armazenamento baseadas em SAN em favor de servidores padrão da indústria que ofereçam serviços de computação e dados totalmente virtualizados. 

As soluções HCI também permitem reduzir o OpEx. A redução do provisionamento excessivo e a eliminação de silos de armazenamento têm impactos. Estes benefícios podem levar diretamente a custos mais baixos de energia no data center. 

Por fim, a natureza altamente automatizada das soluções de HCI também ajuda a reduzir o risco de tempo de inatividade associado a tarefas comuns de gestão do ciclo de vida (por exemplo, atualizações de firmware ou atualização do sistema). 

 

Portfólio 

A NetApp entrou no mercado de HCI em 2017 e conta com um portfólio integrado de soluções que suportam uma ampla gama de CPU configuráveis, GPU, memória e capacidade de armazenamento através de nós de computação e/ou nós de armazenamento. 

A empresa projetou as suas soluções de HCI para se alinhar com as crescentes necessidades da hiperconvergência. As principais funcionalidades do NetApp HCI são: 

1. Proteção do workload – A tecnologia de armazenamento subjacente no NetApp HCI é o software Element OS. O software Element OS é essencial para a arquitetura do NetApp HCI, permite a proteção do workload para todas as aplicações consolidadas no sistema através do seu reconhecido QoS; 

2. Scaling independente – O NetApp HCI oferece a flexibilidade de dimensionar nós de computação ou armazenamento de forma independente, com opções simplificadas de nós pequenos, médios ou grandes. Deste modo, permite que qualquer solução NetApp HCI seja escalada mediante as necessidades, quer sejam de computação, quer sejam de armazenamento; 

3. NetApp Data Fabric – O NetApp Data Fabric simplifica e integra a gestão de dados na cloud e on-premises, de modo acelerar a transformação digital. O Data Fabric fornece serviços consistentes e integrados para os dados na cloud híbrida, incluindo visibilidade, relatórios, acesso, controlo, proteção e segurança. Deste modo, a sua organização poderá aproveitar melhor o poder da cloud híbrida, criar um data center da nova geração e modernizar o storage através da gestão dos dados; 

4. Implementação e gestão automatizadas – Todas as soluções NetApp HCI contam com NetApp Deployment Engine (NDE), que reduz quase 400 etapas de implementação manual para menos de 30 etapas altamente automatizadas. Além disso, as soluções NetApp HCI oferecem total integração com o VMware vCenter através de um plug-in, o que torna a gestão contínua intuitiva para um vasto universo de administradores VMware; 

5. Suporte para cloud multi-híbrida – Aproveite o melhor de cada serviço. Obtenha experiências consistentes em praticamente todas as Clouds, convergindo Clouds públicas, Clouds privadas, máquinas virtuais (VM) e microsserviços. Este poder de escolha possibilita que os mesmo serviços sejam consumidos através de APIs, sem complexidade e com a possibilidade de mudar de hyperscaler a qualquer momento. 

 

Desafios 

A primeira geração de soluções de HCI impulsionou a simplicidade operacional e o rápido tempo de serviço. Isto endereçou os pontos críticos relacionados com a complexidade e inflexibilidade no data center. 

Assim como em qualquer implementação inicial no mercado, os utilizadores criaram silos de clusters HCI para aplicações e casos de uso específicos. No futuro, a infraestrutura de data center será cada vez mais influenciada por soluções definidas por software, executadas em plataformas baseadas em servidor, que incorporam a cloud híbrida no fluxo de trabalho de um administrador. 

Embora esta mudança já tenha começado, ainda está numa fase muito embrionária. As equipas de IT que ainda não se sentem prontas para implementar este tipo de infraestrutura devem ficar de olho no futuro e trabalhar de perto com empresas como a NetApp para garantir que os atuais investimentos em data center preparem as futuras inevitabilidades. 

 

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext para a NetApp / Arrow.

Recomendado pelos leitores

AWS e Microsoft lideram fornecimento de serviços cloud em Portugal
CLOUD

AWS e Microsoft lideram fornecimento de serviços cloud em Portugal

LER MAIS

VMware traz melhorias para fornecedores de cloud
CLOUD

VMware traz melhorias para fornecedores de cloud

LER MAIS

Primeiro ponto de presença em Portugal da Amazon CloudFront já está operacional
CLOUD

Primeiro ponto de presença em Portugal da Amazon CloudFront já está operacional

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 60 SETEMBRO 2019

IT CHANNEL Nº 60 SETEMBRO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.