2018-2-02

NEGÓCIOS

Liferay distinguida em Plataformas de Experiências Digitais

A Gartner reconheceu a Liferay como Líder do Primeiro Quadrante Mágico para Plataformas de Experiências Digitais

O relatório da Gartner abrangeu 21 fabricantes e distinguiu a Liferay pela integridade da sua visão e capacidade de execução. O seu produto Liferay Digital Experience Platform (DXP) foi contemplado como parte da avaliação da empresa.

O Quadrante Mágico da Gartner define uma Plataforma de Experiência Digital (Digital Experience Platform, DXP) como “um conjunto integrado de tecnologias, baseado numa plataforma comum, que proporciona a uma ampla gama de audiências um acesso coerente, seguro e personalizado à informação e aplicações, através dos diferentes pontos de contacto digitais”. O Quadrante Mágico para Plataformas de Experiência Digitais é uma evolução do Quadrante Mágico para Portais Horizontais, no qual a Liferay foi classificada como Líder durante os últimos sete anos.

“Sentimo-nos muito satisfeitos pelo facto de a Gartner ter identificado a Liferay como Líder, no que consideramos ser uma evolução única de uma ferramenta com legado de portal, que cresceu e desenvolveu-se para passar a ser muito mais do que isso. A evolução do Quadrante Mágico – dos Portais Horizontais para a Liferay DXP- está em linha com o objetivo dos nossos clientes de criar e gerir experiências digitais excecionais”, destaca Ed Chung, vice-presidente de Global Product Management da Liferay.

Desenhada para contemplar todos os aspetos do negócio digital – do marketing às operações e serviço ao cliente -, a Liferay DXP permite às empresas executar a sua estratégia digital. A plataforma permite às empresas criar experiências digitais atrativas e personalizadas através da web, dispositivos móveis e dispositivos conectados, com uma tecnologia capaz de unir vários sistemas através da integração do backend.

“Os portais ajudaram a integrar sistemas e a proporcionar um acesso seguro e personalizado, acompanhando as necessidades de TI. Agora, as empresas necessitam de integração e personalização, porque as suas interações com os clientes são de natureza digital. Precisam da tecnologia que os portais proporcionam, mas que evolui também para uma maior inteligência de negócio, que seja capaz de responder às necessidades dos utilizadores de forma inata, através da plataforma. E isto é exatamente o que se consegue com as plataformas de experiências digitais (DXP)”, conclui Chung.

Neste relatório, a Gartner avaliou o posicionamento dos diferentes players do mercado das plataformas de experiências digitais, baseando-se numa série de critérios, entre os quais se incluem: a capacidade de execução (produto ou serviço, visibilidade geral, relação qualidade-preço, execução de marketing, experiência de cliente e operações); uma integridade de visão (conhecimento do mercado, estratégia de marketing, estratégia de vendas, estratégia de produto, modelo de negócio, estratégias por indústrias, inovação e estratégia geográfica).

Recomendado pelos leitores

PRIMAVERA ajuda empresas a preparar-se para o RGPD
NEGÓCIOS

PRIMAVERA ajuda empresas a preparar-se para o RGPD

LER MAIS

GTI lança novo programa de fidelização
NEGÓCIOS

GTI lança novo programa de fidelização

LER MAIS

DOIS funde-se com PROEF IT
NEGÓCIOS

DOIS funde-se com PROEF IT

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 44 Fevereiro 2018

IT CHANNEL Nº 44 Fevereiro 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES