2018-4-16

HARDWARE

Vendas de PCs na EMEA crescem, com bom desempenho do segmento empresarial

De acordo com dados da Gartner, na EMEA, venderam-se 18,6 milhões de PCs. Migração para Windows 10, no mercado empresarial, contribuiu para aumento das vendas na região

O mercado mundial de PCs continua em queda, devido às fracas prestações de regiões como a APAC e EUA, cujas vendas caíram 3,9% e 2,9%, respetivamente, face ao mesmo período de 2017. Porém, na EMEA, as vendas de PCs cresceram 1,7%, consolidando 18,6 milhões de unidades comercializadas.

O segmento empresarial demonstrou um bom desempenho durante o primeiro trimestre de 2018, na região, fruto de muitos projetos de migração para o Windows 10 levados a cabo pelas empresas. A Gartner sublinha ainda que a aceleração da compliance com o RGPD, bem como as notícias de violações de segurança, fizeram da segurança uma forte prioridade para a empresas, no ciclo de renovação de hardware.

Os três principais fabricantes de PCs conseguiram aumentar as suas vendas. A HP, Lenovo e Dell representaram 56,9% do total mundial de vendas de PCs no primeiro trimestre de 2018, uma subida face aos 54,5% do Q1 de 2017. A Dell foi o fabricante que mais cresceu entre os seis principais fabricantes mundiais, com as suas vendas a crescerem 6,5%.

As vendas da HP aumentaram 2,8% no Q1 de 2018 a nível mundial. Na EMEA, o crescimento do fabricante situou-se nos dois dígitos, tanto no segmento de desktops como em portáteis. Paralelamente, a Lenovo manteve as vendas estáveis a nível global, e na Europa viu as suas vendas crescerem 6%.

A Dell verificou uma boa prestação ao longo do primeiro trimestre deste ano, com um, aumento das vendas de PC de dois dígitos na EMEA, América do Norte e Latina. O fabricante obteve um crescimento equilibrado entre os segmentos de desktops e portáteis.

Os preços médios de venda dos PCs estão também a crescer. Porém, embora se esteja a verificar uma desaceleração do mercado de smartphones e alguma incerteza na procura pela substituição de PCs, as empresas de componentes estão inseguras em expandir as suas capacidades de produção. Assim, a falta persistente de componentes e a necessidade crescente de materiais continua a criar um ambiente propício ao aumento de preços.

Recomendado pelos leitores

Assistentes virtuais estão a ultrapassar os smartphones no mercado doméstico
HARDWARE

Assistentes virtuais estão a ultrapassar os smartphones no mercado doméstico

LER MAIS

Na linha da frente das infraestruturas de data center
HARDWARE

Na linha da frente das infraestruturas de data center

LER MAIS

Data Centers Empresariais localizados: O futuro passa pela redefinição de eficiências
HARDWARE

Data Centers Empresariais localizados: O futuro passa pela redefinição de eficiências

LER MAIS

IT CHANNEL Nº 46 Abril 2018

IT CHANNEL Nº 46 Abril 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES